Loulé

Conferência “A Comunicação entre a Intendência Geral da Polícia e as autoridades do Sul do País: O caso de Loulé entre 1780 e 1805” | 21 de outubro

Integrado no Ciclo “O Documento que se segue”, decorre a 21 de outubro, pelas 15h00, no Arquivo Municipal de Loulé, a Conferência “A Comunicação entre a Intendência Geral da Polícia e as autoridades do Sul do País: O caso de Loulé entre 1780 e 1805”, apresentada por Maria Luísa Gama.

A Intendência Geral da Polícia, criada em junho de 1760, foi o primeiro órgão surgido em Portugal com objetivos específicos de controlo e regulação do espaço público, no contexto das reformas políticas e institucionais que se seguiram ao Terramoto de 1755. Através do registo da correspondência entre a Intendência e as autoridades locais, pretendemos percecionar o papel de Loulé no quadro das comunicações com o sul do Reino, nomeadamente no controlo da criminalidade e na instigação de novas práticas sociais e económicas nos finais do Antigo Regime.

Maria Luísa Gama é licenciada em História e mestre em História Moderna pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Atualmente frequenta o PIUDHist e é bolseira de doutoramento da FCT, com um projeto intitulado “Crime, criminosos e justiça régia nos finais do Antigo Regime”. É membro integrado não-doutorado do CIDEHUS.

“O Documento que se segue” é uma iniciativa de entrada livre.

folheto doc q se segue 02 FEV 2017 B

Categorias:Loulé, AGENDA