AGENDA

Órgão da Igreja Matriz de Boliqueime volta a soar a 17 de novembro

A Igreja Matriz de Boliqueime acolhe o próximo concerto do Festival de Órgão do Algarve, na sexta-feira 17 de novembro, com a participação de Daniel Oliveira (órgão) e Alexêi Tolpygo (violino barroco).

Daniel Oliveira é licenciado em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa e em Órgão pela Escola Superior de Música de Lisboa (sob orientação de João Vaz). Frequenta atualmente o curso superior de cravo, na Escola Superior de Música de Lisboa, sob orientação de Ana Mafalda de Castro. Estudou órgão, cravo e música de conjunto com diversas personalidades, tais como L.F. Tagliavini, G. Uriol, Javier Artigas, Ketil Haugsand, Jacques Ogg, Peter Holtslag, Rainer Ziperling, K. Olesen e G. Barber.

Tem atuado com vários grupos de referência, tais como a Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, Orquestra Sinfónica Juvenil. Tem atuado em Portugal, Espanha e França.

É organista titular da Igreja Matriz de Oeiras e da Igreja da Misericórdia em Torres Vedras.

Alexêi Tolpygo nasceu em Moscovo numa família de músicos e começou a tocar violino aos cinco anos de idade. Ingressou no Instituto Superior de Música e Pedagogia de Gnessin, onde obteve o Diploma de Licenciatura em 1990.

Integrou a Orquestra Filarmónica de Moscovo e colaborou com a Soviet Festival Orquestra e a State Chamber Orquestra. Com estas formações, atuou em mais de trinta países. Integra o Moscow Piano Quartet, que em 1993 veio residir para Portugal e tem efetuado diversos concertos no país e no estrangeiro.

Em 1996, integrou como violinista a Orquestra Metropolitana de Lisboa. Colaborou com a Orquestra Nacional do Porto e em diversos projetos da OrchestrUtopica. De 2007 a 2009, trabalhou com a Orquestra Nacional Russa sob a direção do maestro Mikhail Pletnyóv. Colaborou nesse período com o Brahms Trio, com o qual se apresentou em vários concertos internacionais, tendo ainda gravado um CD.

Regressou a Portugal na temporada 2009/10, retomando o seu lugar na Orquestra Metropolitana de Lisboa.

No programa de concerto serão apresentadas obras predominantemente italianas e na forma de sonatas, adaptadas a este duo instrumental.

O concerto seguinte na Igreja Matriz de Boliqueime tem lugar a 24 de novembro, com o organista André Ferreira. Todos os concertos realizam-se às 21h30 e são de entrada livre.

O Festival de Órgão do Algarve 2017 é organizado pela Associação Cultural Música XXI. Conta com os apoios da Direção Regional de Cultura do Algarve e dos Municípios de Faro, Loulé, Tavira e Portimão, com o apoio à divulgação da Região de Turismo do Algarve e com os parceiros de comunicação Antena 2, Sul Informação e Rua FM.

Página FB: https://www.facebook.com/festivalorgaoalgarve/

Categorias:AGENDA, Loulé