Quarteira

Quarteira acolheu Festa Cultural da Comunidade Nepalesa no Algarve

O Auditório do Centro Autárquico de Quarteira acolheu ontem (28 de novembro) à tarde a Festa da Comunidade Nepalesa em Portugal, denominado Algarve Nepali Cultural Show, numa iniciativa da NRNA Portugal, a associação dos nepaleses não residentes, através do seu Conselho Coordenador Regional do Algarve.

A festa contou com a presença de Sónia Neves, da Junta de Freguesia de Quarteira e Nelson Horta, coordenador do projeto Loulé Sem Fronteiras. Tanto a junta como o projeto foram homenageados pela organização pelo contributo na integração dos seus cidadãos e na realização desta festa.

A NRNA Portugal

Os nepaleses não residentes (NRNs), comprometidos com uma visão de fazer do Nepal uma nação pacífica e próspera, formaram a NRNA – Non Resident Nepali Association (Associação dos Nepaleses Não Residentes). É uma associação empenhada em criar uma rede global de várias associações nepalesas e agilizar a sua energia e os seus recursos a fim de permitir que a diáspora se torne num catalisador para a transformação económica e social da sua pátria.

A NRNA é apoiada por alguns dos 37 conselhos de coordenação nacional (NCC) e está estabelecida até agora em 37 países na Ásia, Europa, Austrália e América.

A NRNA Portugal é a organização mestra para os nepaleses em Portugal. A NRNA Portugal compartilha a visão da NRNA: Fazer do Nepal uma nação pacífica e próspera, bem como o seu princípio orientador, “Por nepaleses para nepaleses”. Acredita na unidade forte dos nepaleses em Portugal para obter o sucesso de cada nepalês em Portugal para a contribuição da paz e do desenvolvimento do Nepal.

O Projeto Loulé Sem Fronteiras

Este Projeto está a ser desenvolvido no Concelho de Loulé, nomeadamente nas freguesias de Quarteira, Almancil, São Clemente e São Sebastião (Loulé), que abarcam a grande fatia de imigrantes nacionais de países terceiros (NPT´s). O projeto visa sobretudo a facilitação da integração social, escolar e profissional de crianças; a sensibilização/informação de crianças e jovens sobre a diversidade cultural e a interculturalidade; a capacitação pessoal, parental e profissional de mulheres migrantes em situação de vulnerabilidade social; e a promoção do diálogo intercultural.

Um projeto financiado pelo FAMI – Fundo para o Asilo, a Integração e a Migração.

ACM – Alto Comissariado para as Migrações.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categorias:Quarteira