AGENDA

QUERENÇA | Prolongamento da Exposição TRL: UMA PAISAGEM DE MIM

A mostra TERESA RITA LOPES: UMA PAISAGEM DE MIM encontra-se patente na Fundação Manuel Viegas Guerreiro (FMVG), Querença, Loulé, até dia 30 de Março de 2018.

O prazo foi prolongado devido ao interesse demonstrado por todos os que têm visitado a exposição que homenageia o percurso da escritora algarvia.

Teresa Rita Lopes tem elevado e difundido além-fronteiras a obra pessoana. Investigadora e ensaísta, iniciou uma colecção de sete volumes da poesia e ficção de Fernando Pessoa com a chancela da editora brasileira Global. A “Livro(s) do Desassossego” (2015) seguiu-se “Vida e Obras de Alberto Caeiro”, lançado em primeira mão em Querença, em Maio de 2017. O terceiro volume: “Vida e Obras de Ricardo Reis” encontra-se no prelo.

Desde o seu regresso do exílio em Paris, em 1976, que dirige, como professora da Universidade Nova de Lisboa, uma equipa de estudiosos sobre Pessoa e os modernistas, o IEMO. É também autora de oito livros de poesia, estando “Cicatriz” traduzido para espanhol e francês. Há antologias dos seus poemas em italiano, francês, espanhol e catalão.

Autora de contos e textos para teatro, recebeu vários prémios e consagrações, incluindo o “Prémio de consagração” da Sociedade Portuguesa de Autores, em 2011. É membro efectivo da Academia das Ciências de Lisboa.

A exposição que narra o notável percurso de vida e académico de Teresa Rita Lopes, organizada pela FMVG por altura do 2.º Festival Literário Internacional de Querença, 2017, poderá ser visitada de 2.ª a 6.ª feira, entre as 9h30 e as 17h00.

Categories: AGENDA, Loulé