Algarve

Garvetur tem mais mulheres que homens em posição de chefia

A Garvetur e as empresas do Grupo Enolagest têm em posições de chefia mais mulheres do que homens, reconhecendo não o género, “mas a sua competência, a sua capacidade de trabalho e dedicação”, referiu Reinaldo Teixeira, administrador do Grupo, no encerramento da cerimónia de homenagem aos colaboradores que perfaziam 20 e 10 anos a trabalhar nas 41 empresas participadas, que decorreu esta quinta-feira em Loulé.

Reinaldo Teixeira acentuou a coincidência do evento se ter realizado no dia Internacional da Mulher, e exprimiu “orgulho de partilhar com mulheres muito competentes as funções de gestão e direção das nossas empresas”.

Segundo o empresário, “a nossa política de recursos humanos baseia-se no reconhecimento da competência, sejam mulheres ou homens, o que se reflete nesta realidade de termos diretoras das empresas, chefes de departamentos, coordenadoras de equipas, que contribuem da mesma forma que os seus colegas, para o crescimento das empresas, cujos resultados foram muito positivos em 2017.

Recorrendo à ironia, concluiu: “Nós contrariamos as estatísticas que indicam diferenças de tratamento entre os homens e mulheres no mundo das empresas”.

O Grupo Garvetur | Enolagest “sem nunca transigir no caminho da seriedade e credibilidade”, apostou no prestígio e na modernização das empresas associadas, reforçando o seu modelo empresarial, inédito em Portugal, ao cobrir todo o ciclo de investimentos do setor turístico e imobiliário, recordou Reinaldo Teixeira, a propósito da homenagem aos colaboradores que prestam serviço há 10 e 20 anos.

Entretanto, o ano de 2018 será marcado pelas comemorações dos 35 anos da Garvetur e vai consagrar “a estratégia de adaptação a novas realidades não só económicas, mas igualmente no tecido social e nos mercados” que a empresa definiu, sublinhou.

Categories: Algarve, Empresas, Quarteira