AGENDA

Biblioteca de Loulé recebe Oficina de Palavras com Pedro Lamares | 14 de abril

Pedro Lamares irá coordenar a formação “Oficina de Palavras: Uma experiência aprofundada na ‘arte de dizer’”, que decorrerá no dia 14 de abril, das 15h00 às 18h00, na Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé.

“Nunca representes palavras. Nunca tentes tirar os pés do chão ao falares de voar. Nunca feches os olhos, tombando a cabeça para um dos lados, ao falares da morte. (…) O poema não é um slogan. Não poderá publicitar-te. Não poderá promover a tua reputação de seres sensível. (…) O poema não é senão informação. É a Constituição do país interior.” Leonard Cohen alerta-nos para as armadilhas de dizer poesia, para os vícios que trazem os artifícios da “declamação” e acabam por funcionar como uma barreira à apreensão de um poema. A Oficina de Palavras trabalha para tirar o que está a mais, esculpir a palavra e servi-la ao ouvinte, inteira e despoluída.

Destinado a maiores de 18 anos, esta formação confere diploma de participação. As vagas são limitadas. É necessária inscrição prévia para biblioteca@cm-loule.pt

Pedro Lamares nasceu em 1979. Estudou Teatro na Academia Contemporânea do Espectáculo (1998-2001). Tem um importante percurso profissional em diversas áreas. No Teatro e Dança, integrou o elenco de várias peças nas companhias Ensemble, Teatro do Bolhão, Kale, As Boas Raparigas…, entre outras. No Cinema, participou em Filme do Desassossego (João Botelho), A Vida Invisível (Vitor Gonçalves), 4ª Divisão (Joaquim Leitão), Os Gatos Não Têm Vertigens (António Pedro Vasconcelos), além de várias curtas-metragens. Na Televisão, apresenta e faz escolha e leitura de textos (com Filipa Leal) no programa Literatura Aqui, da RTP2. Integrou o elenco fixo de quatro telenovelas em Portugal (Dei-te Quase Tudo, Deixa-me Amar, Olhos nos Olhos e Sentimentos – TVI) e uma no Brasil (Paixões Proibidas –BANDEIRANTES e RTP). Coprotagonizou dois telefilmes da série Casos da Vida, na TVI, participou em quatro séries da RTP (Os Filhos do Rock; Bem-vindos a Beirais; Voo Directo e Pai à Força) e uma novela da SIC (Coração dOuro).

Na Poesia, dedica-se à escolha e leitura em ciclos e recitais, sendo leitor regular nas Quintas de Leitura, Poesia à Mesa, Centro Cultural de Belém e Casa Fernando Pessoa, onde, com Eunice Muñoz, criou as leituras encenadas Pessoa em Diálogo. Participou em vários festivais literários.

Dirige espetáculos de teatro, música e poesia. Criou e interpretou o espetáculo O Fraseador, em digressão pelo país entre 2011 e 2013. Integrou a direção artística do disco Canções de Lemúria, de Marina Pacheco e Olga Amaro. Fez direção de atores em Quebra-nozes no Gelo e Branca de Neve no Gelo, bem como no filme 2000 Pés (Bruno Nacarato).

Fez internacionalizações em projetos na Bélgica, Itália, Brasil, Moçambique e Chile.

Vem sendo professor convidado nas escolas Ginasiano (V. N. Gaia), Balleteatro (Porto) e Academia Contemporânea do Espectáculo (Famalicão). Dirige o grupo de teatro do Garcia de Orta. É consultor e formador na área da comunicação.

Pedro Lamares

Categorias:AGENDA, Loulé