Albufeira

Fuete de Albufeira e acordeonista de Loulé vencem Festival de Artes

Chegou ao final mais uma edição do Festival de Artes Infantil e Juvenil de Albufeira. Foi em clima de Festa, muito nervosismo e enorme expectativa por parte dos jovens talentos de várias localidades do Algarve, pais, professores e amigos que foram anunciados os vencedores. A Fuete – Academia de Dança de Albufeira arrecadou o primeiro prémio na categoria dos mais pequeninos, enquanto o louletano João Palma sagrou-se o vencedor na vertente dos 12 aos 17 anos. 

A Dança e o Acordeão estiveram em destaque este sábado, 17 de março, no encerramento da 16.ª edição do Festival de Artes Infantil e Juvenil de Albufeira.

Apesar da tarde chuvosa, o Auditório Municipal foi pequeno para acolher todos os que fizeram questão de vir apoiar os jovens talentos algarvios na derradeira etapa da competição.

Na vertente dos 6 aos 11 anos, o primeiro prémio ficou em casa, com a Fuete – Academia de Dança de Albufeira a arrecadar o lugar mais cobiçado da competição. A dança continuou em destaque com o segundo lugar a ser atribuído à simpática dupla constituída por Lara Leal e Leonor Santos, de Lagoa. O terceiro lugar coube a Margarida Espanhol, de Olhão, com uma excelente interpretação em piano.

Na vertente dos mais crescidos (12 aos 17 anos) o jovem acordeonista João Campos Palma, de Loulé, arrebatou o primeiro lugar. O segundo prémio foi entregue ao Duo Black and White, de Albufeira, que continuou a encantar o público ao som do acordeão. O terceiro lugar foi difícil de decidir, tendo o júri optado por entregar o prémio em ex-áqueo a Inês Leite, de Portimão, pela sua interpretação ao piano e a Luís Miguel Mira, de Lagoa, pela sua prestação, mais uma vez, ao som do acordeão.

O júri da Final foi constituído por Helena Carmo, professora de música, membro do Grupo de Música Tradicional Portuguesa Entretenga e dirigente associativa, Nilsen Jorge, professora de música e diretora artística da Dancenema, Tiffanie Millenka, bailarina, coreografa e artista de aéreos, Daniela Tomaz, arquiteta, música e gestora cultural e Daniela Pina, jornalista, diretor e editor da revista Algarve Informativo.

Os três primeiros classificados de cada vertente receberam prémios monetários: 1.º prémio – € 500,00; 2.º prémio – € 300,00; 3.º prémio – € 200,00 e todos os concorrentes foram contemplados com certificados de participação.

Categories: Albufeira