Quarteira

Alexandra Diogo questiona Quarteira: «Alguém me sabe dizer se o meu chapéu está bem posto?»

De 16 de março a 21 de abril, quatro companhias do Concelho de Loulé encenam quatro criações originais para promover, no âmbito dos CENÁRIOS – XIII Mostra de Teatro de Loulé, doze espetáculos de teatro por todo o território louletano, de forma descentralizada em todas as freguesias, e com uma passagem obrigatória pelo Cine-Teatro Louletano.

Neste âmbito, a peça “Alguém me sabe dizer se o meu chapéu está bem posto?”, encenada pela recém-criada companhia Folha de Medronho, foi apresentada esta tarde no Auditório do Centro Autárquico de Quarteira.

Trata-se de um monólogo de uma mulher sozinha na vida, que não quer ditar uma moral, pretendendo, antes, levar o espetador a rir de si próprio.

Sozinha em cena e na vida, tendo como interlocutor vários animais de estimação, uma mulher da limpeza, ou técnica Assistente de Higiene e Limpeza, reflete em voz alta sobre o que vê e ouve nos pequenos mundos onde o seu dia-a-dia se consome.

A narrativa não segue uma lógica. São pensamentos soltos em voz alta, desfile de pequenas estórias que constroem uma vida, pedaços agridoces de um mundo que gira entre a crueldade, o sarcasmo e o ‘nonsense’.

Deliberadamente, é um espetáculo que não quer ditar uma moral, mas também não tem a pretensão de ser amoral. Com tanta moralidade proclamada que nos entra pelos olhos e ouvidos dentro diariamente, para logo depois ser esquartejada, o melhor é ser o espetador a escolher o chapéu que lhe interessa e perguntar: “Alguém me sabe dizer se o meu chapéu está bem posto?”.

FICHA TÉCNICA:

Texto: Karl Valentim e Pedro Malaquias

Encenação: João De Mello Alvim

Produção e interpretação: Alexandra Diogo

Assistência de produção e apoio vocal: Sara Mendes Vicente

Sonoplastia, design e comunicação: Martim Santos

Assistência de comunicação: Rafael Guerreiro

Uma produção ‘folha de medronho’

CENÁRIOS é uma iniciativa anual da Câmara Municipal de Loulé que pretende promover o teatro junto de vários públicos e, simultaneamente, incentivar as companhias do Concelho a prosseguirem o seu trabalho através da atribuição de uma Bolsa de Apoio ao Teatro e da disponibilização de uma componente formativa.

Saiba tudo sobre a edição 2018 da CENÁRIOS – Mostra de Teatro de Loulé.

Categories: Quarteira