AGENDA

Nações Unidas entregam certificados do programa “Cidades Resilientes” aos Municípios do Algarve em cerimónia pública

 

Vai realizar-se no próximo dia 24 de maio, pelas 17h00, no Pavilhão Arena, em Portimão, a cerimónia de entrega dos certificados de adesão da campanha “Cidades Resilientes”, à Comunidade Intermunicipal do Algarve e aos 16 municípios do Algarve.

A cerimónia será presidida por Sua Excelência o Ministro da Administração Interna, Dr. Eduardo Cabrita.

A campanha, promovida pelo Gabinete das Nações Unidas para a Redução do Risco de Catástrofes (UNISDR), tem como objetivo reconhecer boas práticas que contribuam para a promoção da resiliência a catástrofes ao nível local e conta atualmente com a adesão de 3.872 municípios ao nível mundial.

A Região do Algarve e os seus 16 municípios aderiram a esta campanha em 2017, com o apoio do Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro da Autoridade Nacional de Proteção Civil, juntando-se assim aos 9 municípios portugueses que tinham formalizado a sua adesão anteriormente, perfazendo no momento 25 “Cidades Resilientes” portuguesas reconhecidas pela UNISDR.

Esta adesão pioneira de uma região num todo, levando a que a própria Comunidade Intermunicipal seja igualmente certificada, permite dar visibilidade, quer ao nível nacional, quer ao nível internacional, às diversas atividades em curso no âmbito da prevenção, preparação e resposta a acidentes graves e catástrofes, que contribuem para a construção de um Algarve cada vez mais Resiliente.

Antecedendo esta iniciativa, na tarde do dia 24 de maio irá realizar-se um workshop coorganizado pela Autoridade Nacional de Proteção Civil e pelo Grupo de Trabalho Cidades Resilientes da Plataforma Nacional para a Redução do Risco de Catástrofes, destinado aos técnicos dos Serviços Municipais de Proteção Civil dos 16 municípios.

O workshop tem como objetivo fomentar a adoção de metodologias de trabalho a aplicar no âmbito das estratégias locais de redução de risco de catástrofes, definidas na Estratégia Nacional para uma Proteção Civil Preventiva, aprovada através da Resolução de Conselho de Ministros nº 160/2017, de 30 de outubro.

Categorias:AGENDA, Algarve