Empresas

Quarteira está feita num Caco…. mas o Original!

Assim é de facto. Bem podemos dizer que a cidade de Quarteira ficou a partir de hoje feita num caco. Estamos a falar da inauguração do Caco, o Original, a hamburgueria que se tornou viral e se tem espalhado um pouco por todo o Continente, chegando agora a Quarteira, numa aposta empresarial de Damásio Santos e Sérgio Afonso.

O Caco, o Original fica localizado na Avenida Infante de Sagres, N.º 71 (junto à Praça do Mar).

A origem

De viagem à Madeira, um grupo de amigos de Leiria reparou no sucesso do bolo do caco entre os continentais.

Decididos a transformar a especialidade em oportunidade de negócio, quatro sócios juntaram-se e voltaram à Madeira para provar muito bolo do caco.

Fizeram uma parceria com a família madeirense e lançaram a marca – que evoluiu para franchising – que se destaca também pelos croissants, pastéis de nata e sumos naturais. Tudo fresco e, dentro do possível, feito na hora.

Para lá das combinações tradicionais (manteiga de alho, chouriço, bacon, fiambre e queijo), no Caco ser­vem-se variações com vaca, peixe, frango e bifana. Depois, são acrescentadas alface, ovo estrelado ou cebola caramelizada, entre outros. Portanto, ótimo para quem não come o habitual hambúrguer de vaca.

O Bolo do Caco é um pão de trigo, tradicional da Ilha da Madeira, com um formato redondo e achatado. Desde sempre que este pão é uma iguaria muito apreciada pelos Madeirenses.

Reza a história que o Bolo do Caco era cozido em cima de um caco de basalto e por isso adquiriu esta designação.

Muitos forais quinhentistas decretavam a proibição de construir fornos particulares. Esta proibição levava a que a população fosse cozer o pão aos fornos que pertenciam ao Rei, aos grandes senhores ou às ordens religiosas, tendo que pagar por isso. O Bolo do Caco, por ser um pão que não necessitava de forno para ser confecionado, podia ser produzido por toda a população, podendo ser confecionado nas casas mais humildes, sem necessidade de se pagar pela sua cozedura. O facto de não precisar de forno generalizou o seu fabrico peculiar.

Hoje em dia, é frequente encontrarmos o Bolo do Caco a ser cozido em cima de uma chapa ou de uma pedra, sendo este facto o que o distingue do pão tradicional. A junção de batata-doce na confeção da massa é outro dos aspetos distintivos deste tipo de pão.

Categories: Empresas, Quarteira