Quarteira

QUARTEIRA | Rotary Loulé e Banco de Tempo entregam vales solidários

O Rotary Clube de Loulé RCL) e a agência de Quarteira do Banco de Tempo (BdT) entregaram esta manhã cheques solidários no Lar da Sagrada Família do Centro Paroquial de Quarteira, uma iniciativa organizada pelo Gabinete Sociocultural da Junta de Freguesia de Quarteira, representado por Tânia Gordinho.

A cerimónia, testemunhada por Telmo Pinto, presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, parceira na iniciativa, começou com a projeção do vídeo Chuva de Afetos que mostra todo o trabalho que o Centro Paroquial de Quarteira faz com todos os utentes e com todos os colaboradores.

Seguidamente, o presidente do RCL, Mauro Figueiredo, procedeu à entrega de vales à Fundação António Aleixo e ao Centro Paroquial de Quarteira, destinados a idosos carenciados para próteses dentárias.

Segundo Mauro Figueiredo, “estamos aqui nesta cerimónia do Rotary Clube de Loulé, em parceria com a Junta de Freguesia de Quarteira, o Banco de Tempo de Quarteira e o No Solo Água de Vilamoura, para entregar vales para próteses dentárias resultantes da festa Sunset Party, que teve lugar no No Solo Água, para ajudar as pessoas seniores a terem mais alguma qualidade de vida e vamos continuar esta parceria para procurar ajudar as pessoas que mais necessitam”.

Já a coordenadora do BdT Quarteira, Isabel Pinto, entregou vales para óculos resultantes da verba apurada no Magusto de S. Martinho 2017, destinados a utentes carenciados do Centro Paroquial de Quarteira, representado pelo seu vice presidente, José Carlos e ainda Maria Amélia Craveiro.

Isabel Pinto referiu que “a nossa instituição não está vocacionada para receber e dar dinheiro, pelo que a Junta de Freguesia de Quarteira é um grande apoio porque, através dela, nós conseguimos fazer as coisas certinhas e dar realmente a quem precisa e também porque nos magustos são eles que nos apoiam. De modo que, relativamente ao nosso fundo para o banco de óculos, foi-nos solicitado uma verba para podermos satisfazer umas necessidades. Continuamos abertos, sempre que seja possível, à disposição para, sempre que seja preciso solidariedade, a participação em alguma coisa a favor das outras pessoas. Nós estamos sempre presentes”.

O vice-presidente do Centro Paroquial de Quarteira, José Carlos, agradeceu “muito a vossa presença e, sobretudo, agradecer os vossos gestos, que são mais importantes aqui, e que são gestos que chegam ao destino final. Isso é muito importante e é esse o trabalho de todos nós, o Banco de Tempo, o Rotary Clube, a Junta de Freguesia e o No Solo Água. Nós sentimos um privilégio imenso em estarmos nesta posição, neste lugar, de sermos um veículo de receber e de dar porque dar é o prazer maior que podemos ter e é isso que nos dá o alento ao nosso trabalho. Quando venho a esta instituição, vou sempre daqui mais rico. Herdei este lugar do mau avô José Coelho, fundador desta casa, e agradeço todos os dias. Portanto, este dar é um prazer muito grande e temos a noção de que fazemos a diferença. Não há pequenos gestos. Os gestos são todos interessantes e são todos grandes, pelo que agradeço muito a todos e continuaremos sempre com este trabalho”.

Franco Lorenzi, do No Solo Água Vilamoura, deixou a disponibilidade para apoiar outras iniciativas semelhantes.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: Quarteira