Quarteira

Quarteira acolheu conferência sobre o Património Arqueológico de Loulé Velho | João Carlos Santos doou peça em bronze ao Museu Municipal

Esta quinta-feira, dia 26 de julho, o Centro Autárquico de Quarteira recebeu a Conferência de Apresentação do Projeto “Loulé Velho: Arqueologia de um Sítio (quase) desaparecido”, por Catarina Viegas e Rui Roberto de Almeida.

Nesta conferência foi ainda apresentada a ação colaborativa com os munícipes de Loulé Velho, “Olha o que tenho em casa!”, recolha/inventário de fotos, objetos arqueológicos e memórias. Tudo ajuda a contar a história de Loulé Velho.

Os presentes tiveram ainda a oportunidade de manusear algumas das peças encontradas neste importante local arqueológico da Freguesia de Quarteira.

No final da conferência, durante o período de debate, o jovem historiador e pescador de Quarteira, João Carlos Santos, aproveitou para doar ao Museu Municipal de Loulé um objeto encontrado por ele próprio nas ruínas de Loulé Velho. Trata-se de um objeto em bronze que aparenta ser uma espátula.

Loulé Velho, sítio arqueológicos do Concelho de Loulé localizado na Freguesia de Quarteira, que foi um importante centro de comércio romano no Algarve, tem sido o mote para uma semana repleta de atividades culturais no Concelho de Loulé.

De referir que termina hoje, dia 27 de julho, sexta-feira, no Museu Municipal de Loulé, o Laboratório Aberto “Arqueologia e Cerâmica Romana de Loulé Velho”. Tendo como ponto de partida a Exposição patente no Museu Nacional de Arqueologia, “Loulé. Territórios, Memórias, Identidades”, pretende-se conhecer melhor a ocupação romana de Loulé Velho através do estudo das cerâmicas. Aos objetivos de caráter científico juntam-se outros de âmbito educativo/pedagógico. Estudam-se as coleções do Museu Municipal de Loulé e aprofunda-se o conhecimento sobre a época romana num contexto de investigação. Haverá assim uma componente teórica e outra prática, na qual os participantes serão confrontados com o inventário e classificação de cerâmicas. Este Laboratório, coordenado por Rui Roberto de Almeida e Catarina Viegas, do Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa, destina-se a estudantes de Arqueologia, estudantes do ensino secundário e público em geral.

Refira-se que as atividades integram-se no projeto LORIVAI – Loulé Velho e o Palestuário da Ribeira de Carcavai.

Categories: Quarteira