Quarteira

Quarteira inaugura Exposição “Mulheres de África”, de Zélia Ferreira, bi medalhada com Ouro em Paris

“Mulheres de África” é o nome da exposição de aquarelas da artista Zélia Ferreira inaugurada este sábado, 3 de novembro, na Galeria de Arte da Praça do Mar, em Quarteira.

A inauguração contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo, da vereadora Heloísa Madeira, da diretora municipal Dália Paulo, do amigo da artista e promotor da sua obra, João C. Ramos, da fadista quarteirense, Isa de Brito, do esposo da artista e do filho Duarte Reis Ferreira, acompanhado pelo seu professor de Golfe, António Barnabé, a nova aposta desportiva depois dos automóveis no Nascar (EUA) e das bicicletas no Ciclismo do Louletano, entre outras modalidades desportivas, sempre em plano de evidência.

Esta mostra é uma viagem sobre a cultura e tradições de povos africanos. É através das mulheres com os seus trajes e adornos tradicionais que a artista plástica angolana radicada em Vilamoura, Zélia Reis Ferreira, dá a conhecer a riqueza cultural destes povos que, ao longo dos séculos, ainda resistem e assim expressam a sua cultura, seu nível e estrato social, ou os seus sentimentos.

Nestas obras em aquarelas podemos presenciar uma pequena homenagem da artista à “Alma Africana” no seu mais terno e penetrante olhar expresso pelas suas “mamãs” que são a força e o equilíbrio de um povo que, na maior parte das  vezes neste continente, baseiam a sua própria sociedade no sistema matriarcal.

A exposição  pode ser visitada de terça-feira a sábado, das 9h30 às 13h30 e das 15h00 às 18h00.

A entrada é livre.

Por último, de referir ainda que Zélia Ferreira tem já uma aguarela destinada ao vaticano, onde se vai deslocar brevemente para proceder à sua entrega.

Veja também o vídeo da transmissão em direto da inauguração da exposição

Veja também: Angolana Zélia Ferreira distinguida com Ouro em Paris – 2018

Veja também: Angolana Zélia Ferreira distinguida com Ouro em Paris – 2017

Veja também visita ao atelier de Zélia Ferreira em Vilamoura

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: Quarteira