Quarteira

PSD Quarteira: «Vítima mortal reforça a necessidade de meios de segurança nos passadiços flutuantes do Porto de Pesca»

O PSD Quarteira, vem manifestar a sua desolação e endereçar as suas condolências à família e amigos do Pescador reformado, retirado ontem sem vida do interior do Porto de Pesca de Quarteira.

E, alertar UMA VEZ MAIS (tal como fez no comunicado “Para quando o melhoramento dos meios de segurança nos passadiços flutuantes de amarração no Porto de Pesca?” em Março de 2019) e de forma IMPERATIVA para a necessidade da implementação de meios de segurança nos passadiços flutuantes.

Sendo que avizinham-se obras a nível da segurança marítima, no valor de 725 mil euros, sob a égide da Câmara Municipal de Loulé no interior do Porto de Pesca (personificando o papel do Estado Português), seria benéfico reforçar a verba e em consonância com a DocaPesca, solucionar esta questão.

Esta comunidade piscatória vive e assiste no interior do seu porto à morte de mais um dos seus membros. A defesa dos pertences dos Homens do Mar e a sua segurança  também são obrigação do Estado e se o Estado falha com Quarteira e os seus Pescadores, pois então que a Câmara de Loulé assuma esta matéria, já que tem essa disponiblidade.

Em Março de 2019 alertámos que os passadiços flutuantes de amarração não possuíam:

– Extintores de pó químico;

– Mangueiras e bocas de incêndio;

– Bóias salva-vidas com retinida;

– Caixas de primeiros socorros;

– Acessos a electricidade e água.

Nomeadamente:

– Escadas de emergência de acesso ao passadiço;

– Iluminação de presença.

Dois elementos de segurança que poderiam ter feito a diferença e que no futuro poderão vir a fazer essa mesma diferença, caso sejam implementados.

Pela Comissão Política do Núcleo do PSD Quarteira

Categories: Quarteira