Loulé

Operação Montanha Verde 2019 | Mais de 5500 árvores plantadas no concelho de Loulé

O Município de Loulé voltou a associar-se ao Zoomarine e, no âmbito da “Operação Montanha Verde”, nos dias 10 e 11 de novembro, foram plantadas mais de 5500 árvores numa zona florestal da freguesia de Salir, incrementando a mancha verde do concelho.

Para além das parcerias já existentes em edições anteriores, este ano a Câmara de Loulé considerou importante estabelecer uma outra com a Associação de Produtores Florestais da Serra do Caldeirão, de modo a que a ação deste ano ocorresse na zona de serra do concelho. Assim, a aldeia da Cortelha foi o palco desta plantação, numa área de 6 hectares em terrenos que apesar de serem particulares, são espaços florestais, adequados para a tipologia de espécies plantadas: pinheiro-manso, sobreiro, carvalho-cerquinho, medronheiro, ciprestes lusitânico e ciprestes do buçaco.

Por outro lado, sendo esta uma área contígua à faixa de gestão de combustível, a plantação de ciprestes permitiu criar uma cortina de contenção até porque esta é uma árvore pouco inflamável, que serve de barreira à propagação do fogo.

Envolvidos nesta ação estiveram mais de 775 voluntários (cerca de 300 voluntários no dia 10 e 475 voluntários no dia 11 de novembro), entre alunos das escolas de Loulé, famílias ou representantes de associações locais que contribuíram para promover a salvaguarda e defesa da floresta contra incêndios.

Como forma de anular o impacto negativo dos incêndios que, ao longo dos anos, têm fustigado o coração da Serra do Caldeirão, esta iniciativa irá contribuir igualmente para a criação de um novo e importante “núcleo de absorção de CO2 e produção de O2” no concelho de Loulé em benefício de todos, contribuindo para a mitigação dos efeitos nefastos das alterações climáticas.

Para assinalar o momento, os vereadores da Câmara de Loulé Carlos Carmo e Ana Machado, com os pelouros do Ambiente, Proteção Civil e Florestas e da Educação, respetivamente, e Marco Gago, do Zoomarine, descerraram uma placa alusiva à ação. Esta iniciativa contou com o envolvimento da Divisão de Ambiente, Divisão de Espaços Verdes, Transportes e Oficinas e do Serviço Municipal de Proteção Civil, Segurança e Florestas que facilitaram o bem-estar dos voluntários presentes, através da disponibilização de suficientes condições para a alimentação, segurança, higiene e transporte.

Para além de Loulé, também Silves, Portimão, Monchique, São Brás de Alportel, Lagoa, Olhão e Tavira participaram nesta operação que permitiu plantar, no total, 42 mil árvores.

Recorde-se que o Município de Loulé participou pela primeira vez na “Operação Montanha Verde” em 2017. Desde então já foram plantadas, no âmbito desta iniciativa, 16082 árvores (5000 em 2017, 5500 em 2018 e 5582 em 2019), permitindo, entre outras valências, a proteção da biodiversidade da flora e fauna local, a proteção dos solos contra a erosão e a estabilização e melhoria microclimática.

Esta ação está alinhada com a política de ambiente e ação climática do Município, assumida na sua Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC), neste caso concreto, através da opção de adaptação “Reforçar os espaços verdes e promover iniciativas de sustentabilidade ambiental relacionadas”, opção que concorre igualmente para as metas definidas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) “ n.º 13 Ação Climática” e “n.º 15 Proteger a Vida Terrestre”. Recorde-se que a implementação a médio-longo prazo das opções definidas na EMAAC pretendem promover em todo o território municipal uma resposta coerente às múltiplas problemáticas relacionadas com as alterações climáticas.

Categories: Loulé