AGENDA

Jantar Solidário de Natal do GRATO, Portimão | 13 de dezembro

No dia 13 de Dezembro, a partir das 20:00, realizar-se-á no Hotel Júpiter o anual jantar de Natal do GRATO IPSS, sedeado em Portimão.

Em nota de imprensa, Joaquim Magalhães, presidente desta instituição, realça a importância da participação da comunidade nestes eventos sociais e solidários: “A participação de tantos amigos, não só de Portimão, mas também dos concelhos limítrofes nestes eventos solidários, é muito importante, pois o GRATO, apesar de ter três respostas sociais – a Creche “Jardim do Sol”, o Apartamento de Reinserção Social e a Equipa de Intervenção Direta – não tem muitas alternativas de financiamento, pelo que a organização de eventos sociais de cariz solidário é uma das formas que temos de angariar fundos. Por tudo isto, estamos muito agradecidos a todos aqueles que connosco colaboram e animados com os futuros projetos que pretendemos desenvolver a bem de todos e da cidade de Portimão”.

Breve História da Instituição

O GRATO – Grupo de Apoio aos Toxicodependentes é uma Instituição Particular de Solidariedade Social fundada a 26 de Abril de 1995. Aquando da sua fundação tinha como objetivo principal a prestação de serviços à comunidade na área da toxicodependência. Foi criado por um grupo de 9 pessoas sensibilizadas com a problemática da adição. Focalizado na recuperação de adictos em uso, procurando manter em recuperação os adictos que regressavam dos centros de terapêuticos e de reabilitação, o GRATO organizou uma Equipa de Intervenção Direta, formada por um Psicólogo, um Conselheiro em dependência química, uma Técnica de Ação Social, uma Animadora Sociocultural, uma Socióloga, um Monitor, uma Administrativa e uma Gestora.

Através duma avaliação de motivação dos utentes, realizada por esta Equipa de Intervenção Direta, o GRATO procede ao encaminhamento de utentes para centros de tratamento e insere-os em atividades terapêuticas. Para o efeito foi iniciado um projeto de Apartamento de Reinserção Social com capacidade para 5 adictos em recuperação sem apoio familiar e em situação de semabrigo.

Atualmente, os serviços do GRATO são mais alargados. Apoia pessoas que estão direta ou indiretamente relacionadas com o problema da adição a substâncias psicoativas, e/ou outras, e presta serviços à comunidade desfavorecida e excluída socialmente.

Apoia os adictos e as suas famílias, fazendo a prevenção, acolhimento, tratamento, acompanhamento, pré-profissionalização dos utentes e sua reinserção social, ocupação de tempos livres e sensibilização da sociedade em geral para toda esta problemática.

Ao longo do tempo, fruto das exigências cada vez maiores da população a respostas sociais, a Instituição tem atuado em todas as áreas relacionadas com a inclusão social. Presta serviços de apoio e assistência à população e comunidades desfavorecidas socialmente e em risco.

O GRATO é uma porta aberta para todos aqueles que precisam de ajuda pessoal, social e profissional.

Mantendo a sua missão, visão e valores, mais tarde, não só, pelo reconhecimento do trabalho desenvolvido, aliado à autarquia local e à Segurança Social, mas também, pelo alargamento do âmbito do trabalho do GRATO junto da população socialmente desfavorecida, foram estabelecidos protocolos e parcerias, que deram origem a diferentes Respostas Sociais.

O GRATO dDesenvolveu ao longo dos anos vários Projetos e Respostas Sociais de que se destacam:
 EID – Equipa de Intervenção Direta
 ARS – Apartamento de Reinserção Social
 UNIVA – Unidade de Inserção na Vida Ativa
 ORF – Orquestra Filarmónica Infantil do GRATO
 Equipa de Protocolo do Rendimento Social de Inserção
 CLDS – Contrato Local de Desenvolvimento Social
 PIEF – Programa Integrado de Educação e Formação
 RENASCER – Projeto da Luta Contra a Pobreza
 Cursos de Formação Socioprofissionais
 Creche “Jardim do Sol”

Missão, Visão, Valores

Membro do Conselho Local de Ação Social (CLAS) e da Rede De Emergência Social Municipal de Portimão (RESM), e como membro do Conselho Executivo de ambas, o GRATO acredita na erradicação da pobreza em Portugal, e na inclusão social da comunidade Portimonense, em particular.

Aposta no desenvolvimento de políticas sociais ativas, baseadas na responsabilização e mobilização do conjunto da sociedade, e de cada indivíduo, na construção de uma sociedade equitativa.

Defende o respeito pelo individuo e a consideração pelos seus próprios valores, origens e tradições específicas. Atua em intervenções individualizadas, com respostas personalizadas dirigidas a cada indivíduo ou família. Está disponível para ajudar em qualquer situação solicitada, e partilha com transparência a informação com os elementos envolvidos no processo. Rege-se pelo rigor e profissionalismo e procura a articulação entre os vários recursos de suporte à exclusão social, facilitando o diálogo e a cooperação interinstitucional. Promove a inclusão e esforça-se para que todas as iniciativas sejam dirigidas a todos, independentemente das diferenças e desigualdades que possuam.

Categories: AGENDA, Portimão