Algarve

Farmácias Holon apoiam Instituições de Saúde no combate à Covid-19

As Farmácias Holon, entre os meses de Março e Abril, já doaram milhares de produtos e equipamentos a instituições de saúde para ajudar no combate à Covid-19. O apoio vai desde Produtos Holon, como o HOLONCARE Creme de Mãos, até à doação de máscaras e viseiras a instituições locais.

O compromisso das Farmácias Holon, com a população, a nível global e local tem sido constante.

Segundo Nuno Machado, Diretor das Farmácias Holon, “a prioridade neste momento é contribuirmos por um lado, para a melhoria das condições das diversas Instituições de Saúde que estão no combate a esta pandemia, por outro lado não esquecermos o bem-estar dos nossos utentes. Fruto destas preocupações doámos equipamentos e Produtos Holon a várias instituições e lançámos a plataforma HolON, que permite aos utentes continuarem a encomendar os seus medicamentos de uma forma segura. Estes dois pilares têm sido estruturais para a responsabilidade social das Farmácias Holon”.

No mês de Março as Farmácias Holon apoiaram os Hospitais Curry Cabral, Garcia de Orta e Egas Moniz (Lisboa) e os Hospitais de São João e Pedro Hispano (Porto), com 700 unidades de amostras HOLONCARE Creme de Mãos para cada Hospital.

No mês de Abril o número de hospitais que receberam Produtos Holon foi ainda mais alargado, abrangendo também os hospitais São Bernardo, Dona Estefânia, Professor Fernando da Fonseca e São Francisco Xavier e mais a Norte os hospitais de Santo António, Padre Américo e Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia.

A nível mais local, as unidades de saúde da Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros e a Unidade de Cuidados Continuados Francisco Marques Estaca Júnior, receberam 700 unidades de amostras HOLONCARE Creme de Mãos e 750 unidades de amostras HOLONCARE Creme Hidra.

Para além destas doações de  produtos de higiene diária, a Farmácia Barranquense e a Farmácia Almancil doaram máscaras, viseiras e óculos de proteção a Unidades de Saúde e Bombeiros Voluntários das suas localidades.

“Se cada organização contribuir com os seus produtos, serviços, ou até mesmo know-how, acreditamos que se tornará mais fácil ultrapassarmos este momento de crise económica, social e de saúde”, reforça Nuno Machado.

Categories: Algarve, Nacional