Algarve

Bloco de Esquerda apresenta Plano de Emergência Social e Económico para o Algarve

A pandemia da Covid-19 colocou em evidência as fragilidades da economia do país e, muito em particular, do Algarve, que vive quase exclusivamente do setor do turismo e atividades conexas.

Estas fragilidades têm a ver com o modelo de desenvolvimento económico que tem imperado na região ao longo das últimas décadas, da responsabilidade de PS e PSD.

Desta forma, são necessárias medidas extraordinárias urgentes para fazer face às graves consequências económicas e sociais e que já se estão a sentir no Algarve, as quais serão catastróficas se essas medidas falharem do parte do governo e das instâncias europeias. É preciso impedir o encerramento de milhares de empresas, o desemprego avassalador e o alastramento da fome e da miséria no Algarve.

O Bloco de Esquerda/Algarve apresenta um “Plano de Emergência Social e Económico para o Algarve” para os anos 2020/21, contemplando 30 Propostas e que passam, entre outros aspetos, pela criação de um fundo de emergência para pessoas e empresas em dificuldades, pela criação de um “Observatório Regional”, pela construção do Hospital Central do Algarve, pela melhoria da mobilidade através da suspensão das portagens na Via do Infante, pelo resgate da concessão e requalificação da EN125, entre Olhão e Vila Real de Santo António e modernização da ferrovia regional, pela concesão de incentivos fiscais a empresas o âmbito da diversificação económica que não seja o turismo, pelos apoios às atividades da pesca e aos pequenos produtores agrícolas, pela requalificação dos Centros de Experimentação Agrícola, pelo combate à precariedade, pela criação de um Parque Tecnológico ligado às Ciências do Mar, pelo apoio à comunicação social regional e local, pela implementação de um Plano Regional de Eficiência e Sustentabiliodade Hídrica, pelo reforço do papel da Universidade do Algarve e pelo combate à especulação imobiliária, procurando impedir a destruição de zonas protegidas e sensíveis no Algarve.

Este Plano de Emergência Social e Económico para o Algarve,  contemplando a maioria das Propostas, foi entregue na Assembleia da República, como Projeto de Resolução, pelo Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda. Outras iniciativas legislativas se seguirão. A responsabilidade pela sua aprovação, ou reprovação, cabe agora às restantes forças políticas.

Em anexo o referido Plano de Emergência para o Algarve.

Categories: Algarve