Quarteira

QUARTEIRA | Estação Salva-Vidas de Quarteira já está operacional e reforça segurança na costa algarvia

Estação Salva-Vidas de Quarteira

Entrou hoje em funcionamento a nova Estação Salva-Vidas de Quarteira, um equipamento que irá reforçar a segurança marítima nas águas algarvias, sobretudo no que diz respeito ao salvamento e socorro a náufragos.

Estação Salva-Vidas de Quarteira

Criado ao abrigo de um protocolo celebrado em 2019 entre a Autoridade Marítima Nacional, Câmara Municipal de Loulé e Docapesca, esta estação localiza-se no antigo armazém nº 10 do edifício da Lota de Quarteira. Em termos operacionais integra quatro tripulantes de embarcações salva-vidas, apoiados por uma embarcação semirrígida e uma mota de água. Destina-se a cobrir um espaço de 30 milhas, colmatando uma lacuna que existe entre Portimão e Olhão.

Numa cidade que triplica a sua população nos meses de verão, com uma importante comunidade piscatória (com cerca de 250 embarcações) e uma intensa atividade náutica de recreio, proveniente de uma das mais conceituadas marinas da Europa, a Marina de Vilamoura, a criação desta Estação reveste-se de grande importância.

Refira-se que esta é a sexta Estação Salva-Vidas do Algarve, juntando-se às de Sagres, Ferragudo, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António. A poucos dias do arranque da época balnear, numa altura em que já se registam ocorrências como a que vitimou duas pessoas, ontem, numa praia do Algarve, este equipamento constitui um reforço importante do dispositivo na zona central desta região.

Recorde-se que os protocolos que foram celebrados em maio do ano passado previam, para além deste equipamento, a instalação do Posto Marítimo da Polícia Marítima de Quarteira e a Delegação Marítima de Quarteira, a criação de um espaço de armazenamento de material de combate à poluição, a requalificação da ex-casa dos faroleiros, localizada no centro de Quarteira, para a edificação de 5 fogos famílias de funcionários da Marinha e a conservação e promoção da torre do antigo farolim de Quarteira.

O apoio do Município Loulé traduziu-se num investimento de 725 mil euros para a recuperação e adaptação das infraestruturas, na aquisição de equipamentos como a ponte e o cais flutuante para atracação exclusiva das embarcações da Autoridade, e o mastro de sinais para avisos da ocorrência de mau tempo e do fecho/condicionamento à navegação na Estação Salva-Vidas.

Categories: Quarteira