Algarve

BE: «Grupo Hoteleiro deixa centenas de trabalhadores com salários em atraso no Algarve»

O grupo hoteleiro internacional de luxo, JJW Hotels & Resorts, que em Portugal detém o Hotel Penina & Golf Resort (Alvor), o Hotel Dona Filipa (Vale de Lobo), o Hotel Formosa Park (Ancão) e os campos de golfe de San Lorenzo e Pinheiros Altos (Quinta do Lago), ainda não pagou o salário do mês de abril a cerca de 500 trabalhadores e, mesmo o salário de março, não foi pago a todos.

Trata-se de uma situação que, inclusivamente, já se arrastava antes do início da pandemia da Covid-19, em que o grupo hoteleiro já sofria de atrasos no pagamento dos salários aos seus colaboradores. O problema agravou-se com a crise provocada pela pandemia da Covid-19, o que fez com que alguns trabalhadores do grupo passassem fome, levando assim à reabertura do refeitório do Hotel Penina & Golf Resort, em Alvor, para que algumas pessoas tivessem acesso às refeições.

Toda esta situação tem a ver com os salários que não estão a ser pagos aos trabalhadores do grupo hoteleiro JJW Hotels & Resorts detido por Mohamed Bin Issa Al Jaber, que em 2013 era apontado pelo Revista Forbes como uma das pessoas mais ricas do mundo.

Já foram feitas manifestações à porta de um dos filhos dos proprietários do grupo, que reside no Algarve. Ainda no passado dia 23 de maio, quando estava marcada mais uma manifestação dos trabalhadores, a Administração do Grupo convocou uma reunião onde prometeu pagar os salários em atraso. Só esta sexta-feira, dia 29 de maio, foi pago a alguns trabalhadores uma parte dos salário de abril. Para o próximo dia 1 de junho – segundo soube o Bloco de Esquerda – está prevista mais uma manifestação dos trabalhadores junto ao campo de golfe “Pinheiros Altos”. E caso os salários em atraso não sejam pagos os trabalhadores do grupo hoteleiro entarão em greve no dia 4 de junho, quando está prevista a reabertura das unidades hoteleiras.

Tal situação revela-se inadmissível para o Bloco de Esquerda, devendo o Governo intervir com urgência para que o grupo hoteleiro pague os salários devidos aos trabalhadores, limitando assim o agravamento da situação social no Algarve, uma região que depende em mais de 80% do turismo.

Desta forma, os deputados João Vasconcelos, José Soeiro e Isabel Pires, do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda, dirigiram ao Governo (nesta sexta-feira), através do Ministério do Trabalho e da Segurança Social, as seguintes perguntas:

  1. Tem o Governo conhecimento da situação acima descrita?
  2. Vai o Governo intervir para obrigar o Grupo JJW Hotels & Resorts a pagar com urgência os salários em atraso aos seus trabalhadores?
  3. Que medidas prevê o Governo tomar para auxiliar os trabalhadores do grupo hoteleiro se continuarem com os salários em atra

Bloco de Esquerda Algarve

Categories: Algarve