Algarve

Covid-19 | Ponto de situação no Algarve ao dia de hoje, 26 de junho

De acordo com informação disponível, no Posto de Comando Distrital, à data de hoje, informam-se dados referentes às ações de coordenação estratégica em matéria de prevenção, preparação e resposta, face à pandemia da coronavírus (COVID-19) no Algarve.

Apoio à População

 Zonas de Apoio à População (ZAP) – Validadas pelas Autoridades de Saúde e instaladas nos 16 municípios da Região do Algarve.

– 55 Estruturas com capacidade de 3076 camas, de 3 Tipologias* (Isolamento profilático, Quarentena, Reserva social (apoio a lares)

POSIT à data de hoje:

Estão acionadas 3 ZAP, nos municípios de Albufeira, Portimão e Tavira, para quarentena/isolamento profilático.

Para apoio à operação relacionada com os migrantes marroquinos que foram intercetados ao largo da Praia de Vale do Lobo, Loulé, foi acionada no dia 15 de junho uma ZAP em Loulé, a qual foi desativada no mesmo dia.

 Unidades Hoteleiras e Militares em reserva – Validadas pelas Autoridades de Saúde e instaladas nos 16 municípios da Região do Algarve.

– 39 Estruturas, com capacidade de 1791 camas.

Foram correspondidos todos os pedidos aos profissionais de serviços essenciais para isolamento social e dada resposta ao acolhimento dos respetivos dependentes, nas Escolas.

Apoio à Autoridade de Saúde
Centro Hospitalar Universitário do Algarve:
 Instalação de circuitos exteriores de doentes COVID nos Hospitais de Faro e de Portimão
 Ampliação da capacidade de internamento do Hospital de Faro:
 Pavilhão do Sporting Clube Farense (50 camas)
 Locais para desinfeção de ambulância e depósito de equipamento contaminados:
 Hospital de Faro e Hospital de Portimão
 Estão preparados espaços para uma eventual necessidade de instalar Hospitais de Campanha, nomeadamente:
 Faro – Pavilhão Desportivo Municipal da Penha;
 Portimão – Portimão Arena.

ACES: Apoio logístico, prestado pelos respetivos Serviços Municipais de Proteção Civil, para instalação da Área Dedicada ao COVID (ADC) nos municípios de: Albufeira, Faro, Lagos, Loulé, Olhão, Portimão, Silves, Tavira e VRSA. 3. Plano para realização de testes de rastreio nos lares de idosos, instituições similares e funcionários de creches
 Protocolo celebrado entre o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSS) e o Algarve Biomedical Center (ABC)
 Lares de idosos e instituições similares (testes realizados no período compreendido entre 30 de março e 25 junho)
– Executado – 155 estabelecimentos (utentes e funcionários), nos 16 municípios do Algarve.
– 9113 testes realizados, dos quais 604 foram re-testes.
Creches, Pré-escolar e Centros de Atividades Ocupacionais (testes realizados no período compreendido entre 04 de maio a 25 de junho)
– Executado – 135 estabelecimentos (funcionários), nos 16 municípios do Algarve.
– 2589 testes realizados, dos quais 41 foram re-testes.

  • O transporte das equipas médicas foi assegurado pelos Corpos de Bombeiros e Cruz Vermelha Portuguesa.
     Os Postos de Comando Municipais estão a acompanhar, em articulação com a Segurança Social, e através dos serviços de ação social das respetivas Câmaras Municipais, o processo de reabertura das creches e jardins-de-infância.

Mortuária
 Ampliada a capacidade de receção de corpos nas morgues do CHUA (Portimão e Faro).
 Todas as autarquias com responsabilidades na gestão dos cemitérios isentaram, de taxas municipais, os funerais sociais, de forma a agilizar os procedimentos e desbloquear os processos para assegurar uma maior capacidade das morgues.

Transporte dedicado ao COVID
 Criação de 2 Grupos de reforço sanitários, a constituir com meios da CVP, INEM e Bombeiros para assegurar a resposta no âmbito do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) e assegurar uma reserva estratégica regional para apoiar qualquer um dos municípios em caso de necessidade.
 Planeamento de 1 pool de autocarros (tipo urbano) com capacidade de transportar pessoas com mobilidade reduzida.

Ações de formação/sensibilização/higienização/descontaminação/desinfeção, de âmbito regional:
 Os Serviços Municipais de Proteção Civil continuam a promover ações de formação e sensibilização, devidamente adaptadas à realidade territorial de cada Concelho, com o apoio das autoridades de saúde, agentes de proteção civil e demais entidades cooperantes.

Situação Epidemiológica na Região do Algarve, de acordo com dados fornecidos pela Autoridade de Saúde Regional
Atualizado às 00:00 horas, de 26 de junho 2020
Nº de casos ativos (atual) – 209
Nº de contactos em vigilância ativa – 793
Nº de casos confirmados (cumulativo) – 576
Nº de óbitos (cumulativo) – 17
Nº de casos infirmados (cumulativo) – 36997
Nº casos novos nas últimas 24h – 3
Nº de internados – 5
Nº de casos recuperados – 350
Nº de internados em UCI – 0
% de recuperados – 60,8%
Nº de altas (valor cumulativo) – 73
O número de testes realizados corresponde a cerca de 8,4% da população residente no Algarve.

Situação no concelho de Lagos, atualizado às 00:00 horas, de 26 de junho 2020 (cluster Festa de Odiáxere)
Nº de testes realizados – 1990
Nº de casos confirmados – 119
Nº de casos infirmados – 1871
Nº de casos positivos no domicílio – 117
Nº de internados – 2
Nº de internados em UCI – 0
Caracterização demográfica dos casos confirmados:
Grupo etário dos 0-9 anos – 21
Grupo etário dos 10-19 anos – 17
Grupo etário dos 20-29 anos – 43
Grupo etário dos 30-39 anos – 21
Grupo etário dos 40-49 anos – 7
Grupo etário dos 50-59 anos – 5
Grupo etário dos 60-69 anos – 5
População afetada residente no concelho de Lagos – 73%
População afetada residente no concelho de Portimão – 17%
População afetada residente no concelho de Albufeira – 8%
População afetada reside em outros concelhos – 2%

Categories: Algarve, Saúde