Algarve

Algarvios podem poupar mais de 100€/ano na luz e no gás

O mercado livre de energia permite trocar de fornecedor de eletricidade e gás sem qualquer custo. Esta é uma oportunidade para muitos algarvios pouparem mais de 100€ por ano com estes serviços essenciais

A fatura de luz e gás é um dos principais encargos mensais para os algarvios. No entanto, existem algumas formas de reduzir os custos deste serviço, seja pela mudança de hábitos de consumo, pela alteração da tarifa ou ainda a troca de empresa. Para saber como reduzir os gastos com eletricidade e gás falámos com a Comparamais, especialista em simulações e comparações de preços de energia, que nos deixou alguns conselhos…

1.Saiba aquilo que paga

Saber como ler a fatura de eletricidade é o primeiro grande passo para analisar os consumos e reduzir os gastos. Deve ter em conta dois fatores principais: a potência contratada e o custo da eletricidade. A potência contratada é um valor relativamente estável, já que tem um custo diário. No entanto, no mercado livre de energia cada fornecedor tem um tarifário específico, pelo que pode aproveitar as diferenças de preço entre empresas para poupar.

Ainda mais importante é saber quanto está a gastar de eletricidade. Para isso deve analisar os seus consumos, que são taxados em €/kWh. Em primeiro lugar verifique, tal como na potência contratada, qual a empresa com os preços mais competitivos. Além disso, analise se existem vantagens ao trocar de uma tarifa simples, com preço sempre igual de eletricidade, para um plano bi-horário, com custos mais reduzidos durante a noite e fim-de-semana. Se usa as máquinas de lavar e outros eletrodomésticos principalmente nestes períodos, pode existir aqui uma hipótese para poupar.

2. Compare os preços da eletricidade

Fazer uma simulação do que pagaria em cada empresa é essencial para reduzir os gastos. Dessa forma saberá, tendo em conta os preços para potência contratada e consumos, qual a opção mais barata para si. Para ajudar a perceber quais as vantagens que podem existir, a Comparamais compilou em duas tabelas os preços de eletricidade e os custos para várias empresas. A análise foi feita nos dois níveis de potência contratada mais habituais (3,45 kVA e 6,9 kVA) e com o consumo médio mensal de luz nas casas portuguesas (185kWh, segundo dados da ERSE).

Preços da eletricidade

Empresa3,45 kVA – Preço Potência contratada 3,45 kVA – Preço da Eletricidade6,9 kVA – Preço Potência contratada6,9 kVA – Preço da Eletricidade
EDP Comercial0,2200€0,1460€0,3805€0,1456€
Endesa0,1675€0,1359€0,3187€0,1359€
Goldenergy0.2177€0,1399€0.3766€0,1399€
MEO Energia0,1480€0,1496€0,3117€0,1496€

Fatura mensal para os dois fornecedores com maior quota de mercado, a EDP Comercial e a Endesa, com potência contratada de 6,9 kVA

EmpresaPotência Contratada 6,9 kVAEletricidade (€/kWh)Custo total (sem IVA)
EDP Comercial0,3805€ x 30 dias =11,41€0,1486€ x 185 kWh=27,49€38,90€
Endesa0,3187€ x 30 dias =9,56€0,1359€ x 185kWh=25,14€34,7€

Como estas tabelas demonstram, há muitas vantagens na troca de fornecedor de energia. E, no caso dos custos nas faturas mensais, há que recordar os 23% de IVA vão aumentar as diferenças entre os fornecedores. Segundo os dados do simulador da Comparamais, a mudança de fornecedor de eletricidade pode significar uma poupança anual de mais de 100€. 

3.Saber as vantagens do mercado livre

A verdade é que, embora existam diferenças evidentes nos preços, a maioria dos portugueses não tira partido do mercado liberalizado de energia. Basta recordar que 72% dos clientes continuam a ser servidos pelo mesmo fornecedor, o que indica um nível de concentração do mercado bastante elevado. 

Um dos motivos é o desconhecimento das vantagens existentes, como o facto da troca de fornecedor não ter custos para o cliente. Além disso, como não existe fidelização, pode voltar a mudar de empresa de luz e gás se encontrar novamente um preço mais baixo. Aqui ficam algumas das vantagens do mercado livre de energia:

  • A mudança de fornecedor é livre;
  • Não existe fidelização e pode mudar várias vezes por ano de empresa;
  • Não é preciso deslocações a casa dos clientes ou troca de contadores para fazer a mudança. Isso apenas acontece para troca da potência contratada ou outras intervenções técnicas;
  • Cada empresa tem tarifas distintas e pode oferecer vantagens através de descontos, ofertas ou benefícios em cartões ou outros produtos;
  • O processo de troca é totalmente gerido pela empresa, sem o cliente precisar de fazer nada. Além disso, a mudança tem de ficar concluída num prazo máximo de três semanas (embora normalmente fique finalizado numa semana).

4.Outras formas de poupar na luz e gás

Há outras soluções para reduzir as suas contas de luz e gás. Basta para isso que mude alguns hábitos e adopte práticas mais eficientes. Segundo a Comparamais, só ao evitar deixar equipamentos como o PC e a TV em stand-by pode poupar mais de 50€ por ano. Aqui ficam alguns conselhos para reduzir gastos:

  • Escolher eletrodomésticos mais eficientes, com etiqueta de nível A. Além disso, optar por lâmpadas LED e outros equipamentos com consumos mais reduzidos;
  • Fazer uma correta climatização da casa. Basta, durante o dia, abrir as persianas no Inverno e fechá-las no Verão para gastar menos em ar condicionado ou aquecedores;
  • Não deixar equipamentos elétricos em stand-by.
  • Caso tenha um plano bi-horário, usar as máquinas de lavar e outros eletrodomésticos durante a noite e fim-de-semana, quando a eletricidade é mais barata;
  • Pintar as paredes com tons claros. Isto reduz a necessidade de iluminação artificial e também ajuda a manter a casa mais fresca durante o Verão;
  • Por fim, utilize um simulador de luz e gás. Veja se existem opções mais baratas para o fornecimento de energia em sua casa. Se houver vantagens na troca de fornecedor, pode fazê-lo sem custos ou grandes demoras.

Categories: Algarve, Consumidor