Loulé

FESTA DA ESPIGA DE SALIR: “Não vencemos, mas ganhámos!”

A final do concurso “7 Maravilhas da Cultura Popular® 2020” foi transmitida este sábado, dia 5 de setembro, de Bragança para todo o Mundo, em direto pela RTP1.

O concurso começou com mais de 500 candidaturas vindas de todo o país, e a Festa da Espiga de Salir foi uma das 14 finalistas. Milhares de pessoas votaram e manifestaram o seu apoio à Festa da Espiga de Salir. A todas, se endereça o mais profundo agradecimento, assim como a todas as entidades que também se uniram por esta candidatura.

A Festa da Espiga é organizada desde 1968 pela Junta de Freguesia de Salir com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, cujo presidente, Vítor Aleixo, destaca “a união de todo o concelho de Loulé com vista à promoção e ao desenvolvimento do interior, assim como à sustentabilidade e à coesão de todo o território concelhio’, reforçando que “a preservação e a divulgação da cultura e das manifestações tradicionais do nosso povo do interior são essenciais e passam pela patrimonialização de iniciativas como a Festa da Espiga”.

Para além da candidatura da Festa da Espiga, Salir recebeu a primeira semifinal do concurso que foi transmitida em direto na RTP1. Segundo Deodato João, presidente da Junta de Freguesia de Salir, “nunca antes se tinham vivido dias assim na Vila. Pessoas de todo o Mundo viram as maravilhas do nosso interior e tenho a certeza que nos virão visitar em breve, contribuindo para a dinamização da nossa economia”.

Para Reinaldo Teixeira, empresário natural de Salir e padrinho desta candidatura, “não vencemos, mas ganhámos! Ganhámos porque conseguimos mostrar a Festa da Espiga, Salir e o interior algarvio, a milhares de pessoas que não conheciam esta manifestação tradicional do interior do Algarve e que constitui um cartaz turístico da região”.

Por fim, Francisco André, presidente da Comissão Organizadora da Festa da Espiga, sublinha que “foi conseguido um dos objetivos desta festa, o de perpetuar no tempo tradições, costumes, cultura e história das gentes do campo”. Este responsável adianta ainda que “Salir tem agora a responsabilidade de superar todas as expectativas, estando já preparadas novidades para as próximas edições”.

Com o reconhecimento e a projeção granjeados com esta candidatura, a Festa da Espiga será um acontecimento ainda mais marcante e prestigiante para Salir e para o interior do Algarve.

Categories: Loulé