AGENDA

“Algo de Macbeth” pelo Colectivo JAT no Cine-Teatro Louletano | 4 de outubro

O espectáculo Algo de Macbeth, uma coprodução do Teatro das Figuras/TMF, Cineteatro Louletano e JAT – Janela Aberta Teatro que conta com o apoio da Direção Regional de Cultura do Algarve, e que será apresentado no dia 4 de Outubro às 17h no Cine-Teatro Louletano.

ALGO DE MACBETH

  • Coprodução: Teatro das Figuras/TMF, Cine-Teatro Louletano e JAT – Janela Aberta Teatro
  • Data: 4 de Outubro
  • Hora: 17h
  • Local: Cineteatro Louletano
  • Duração: 80 minutos
  • Classificação etária: M/12
  • Preço único: 5 € (sem descontos aplicáveis)
  • Bilhetes BOL
  • Lotação limitada e uso obrigatório de máscara, de acordo com as regras de higiene e segurança da DGS.

Sinopse

Sr. Delgado, um corrupto e perturbado político, encontrando-se sozinho no seu próprio mundo, encomenda uma boneca hiper-realista, Divina Palomeque, para colmatar a solidão. Aparentemente inanimada, esta boneca será a sua companhia inseparável e máxima influência. Juntos levarão a cabo um absurdo plano para alcançar o poder, rodeados por um ambiente misterioso, onde três estranhas criaturas fazem previsões sobre o futuro.

Uma tragicomédia grotesca sobre o amor, a loucura e a ambição.

A peça ‘Algo de Macbeth’ é um espectáculo inspirado na peça ‘A Tragédia de Macbeth’ de William Shakespeare. Uma versão contemporânea interpretada por dois atores que dão vida a excêntricos personagens, grotescos e bufonescos, através de uma forte linguagem física, num cenário minimalista.

Corpos altamente plásticos e poéticos criam o espaço performativo que estimulará o público a entrar no mundo imaginário destes personagens, Sr. Delgado e Divina Palomeque, caricaturas modernas da sociedade em que vivemos, vítimas da sua própria ganância. Uma visão sobre o lado obscuro da política atual e do poder, uma história frenética e romântica, onde o ser humano é capaz de ir até às últimas consequências, motivado pelo medo e a ambição.

O JAT – Janela Aberta Teatro, estimulado por uma visão atenta e crítica dos mecanismos sociais e impulsos humanos que agitam o Tempo Presente, sem esquecer o Passado e com o olhar aberto ao Futuro, toma Macbeth como referência para contar uma história universal: o Poder e o Homem, uma história eterna, de todos os tempos.

Uma proposta diferente daquelas que estamos habituados a ver, uma vez que está interpretada através de uma forte linguagem física, sem perder a poesia das palavras, nem o mistério que tanto caracteriza Shakespeare. Este espectáculo tem como um dos seus objetivos, aproximar os clássicos ao público em geral, eliminando barreiras, estimulando a sua imaginação e o seu interesse pela leitura.

Trailer: https://youtu.be/VXHr6ryRoFU

Equipa artística e técnica

  • Criação, encenação e interpretação: Miguel Martins Pessoa e Diana Bernedo
  • Texto: Diana Bernedo, Miguel Martins Pessoa e Jaime Aragão da Rocha
  • Vozes off: Moçoilas (Margarida Guerreiro, Teresa Silva e Inês Rosa)
  • Cenografia e máscara: Tó Quintas
  • Figurinos: Zéza Lemos e Colectivo JAT
  • Iluminação: Jorge Pereira
  • Técnico de som: Nuno Murta
  • Gravação vozes: Luís Trincheiras
  • Fotografias: Jorge Santos, Daniel Pina e Teatro das Figuras
  • Design gráfico: Ricardo Emanuel Silva
  • Distribuição: Laura Spacchetti
  • Coprodução: Teatro das Figuras/TMF, Cineteatro Louletano e Colectivo JAT

Janela Aberta Teatro

Apoios: Câmara Municipal de Faro, Câmara Municipal de Loulé, Direção Regional de Cultura do Algarve, Sonomedia, TeatroLAB, Associação ArQuente, Gimnásio Clube de Faro, Rádio RUA e Associação Recreativa e Cultural de Músicos

Colectivo JAT – Janela Aberta Teatro

O Colectivo JAT – Janela Aberta Teatro é uma estrutura artística profissional nascida em 2017, dedicada à criação de espetáculos, à formação e pesquisa teatral e ao desenvolvimento de projetos de teatro na comunidade, como arte de transformação social.

Sediado em Faro e dirigido por Diana Bernedo e Miguel Martins Pessoa, especialistas em Teatro Físico, caracteriza-se por apresentar espetáculos com uma forte componente física e poética, que marcam uma estética e uma identidade próprias. Entre a suas criações destacam-se Asas de papel, A Corda!, Filhos da evolução, As Bodas de Prata do Conde Baldinski, Cinema Miami e Algo de Macbeth.

Desenvolve um forte projeto de Formação Teatral desde 2017 no Algarve, formando novos atores e novos públicos. Colabora com companhias e estruturas artísticas em Portugal, Espanha, Itália, Brasil, Argentina, França, Grécia, Hungria, Inglaterra, Austrália e Indonésia; desenvolve projetos de teatro comunitário em Quarteira e em Faro: O Grupo de Teatro Comunitário – Quarteira Fora da Caixa, com a parceria da Junta de Freguesia de Quarteira e apoio da Câmara Municipal de Loulé; e o Teatro de Vizinhos, em parceria com o Teatro das Figuras e a Câmara Municipal de Faro, que têm como objectivo oferecer um espaço de criação e expressão à comunidade.

No próximo Outubro começa a 4ª Edição das Oficinas Regulares de Teatro 2020/21 do JAT, que oferece formação em Método Suzuki e Viewpoints, Teatro Físico e Formação de Actores, destinadas a artistas cénicos que queiram fortalecer e potenciar o seu trabalho artístico, e a pessoas sem experiencia que queiram desenvolver as suas capacidades expressivas, interpretativas e criativas.

O Colectivo JAT está a organizar o 1º Festival Internacional de Teatro Físico – Algarve que terá a sua primeira edição em Maio de 2021.

Categories: AGENDA, Loulé