Consumidor

Portugueses intensificaram espionagem no confinamento

Insania revela procura inédita

 Homens são os mais interessados, com Portugal e Espanha a liderar a procura

Os portugueses estão a fazer uso da espionagem como não se conhecia até aqui e o Insania – um dos maiores players de e-commerce nacionais, revelou hoje que o maior pico foi atingido durante o confinamento, ou seja, entre março e maio deste ano.

O portal, que dispõe de toda uma linha direcionada a artigos daquela categoria, adiantou ainda que, desde o início do ano até setembro, faturou mais de €250 mil só em artigos/gadgets da área.

“Os produtos mais vendidos são os gravadores de vozes, os amplificadores de som, os localizadores (porta-chaves, GPS), as canetas de tinta invisível, as micro-câmaras e  câmaras em miniuatura com formato de porta-chaves”, exemplifica a diretora de Marketing, Filipa Vale.

Apesar de solicitados por todas as faixas etárias, o público com maior interesse tem sido o do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 35 e os 44 anos.

Em temos de despesas, quem procura esta categoria gasta em média um valor de €70 e dedica bastante tempo a ler as características e detalhes dos produtos, uma vez que o Insania consegue perceber pelo número de páginas por sessão nos diferentes devices. 

Para além dos mercados português e espanhol como maiores clientes, destacam-se também as compras realizadas em Angola (7% do total). 


INSANIA
O INSANIA é um site 100% português de comércio eletrónico criado em novembro de 2010 que disponibiliza uma vasta seleção de produtos desde brinquedos a gadgets tecnológicos, passando por utilidades, artigos de moda, saúde e fitness.
 
Conta atualmente com mais de 100 mil acessos ao site por mês, a capacidade de resposta supera as 400 encomendas diárias o que em 2017 significou um volume de vendas de 1.2 milhões de euros, valor que será superado em 2018 atingindo os 1.5 milhões de euros.
 
O INSANIA é um Marketplace permitindo a compra online de forma segura e transparente mas em 2018 foram inauguradas as duas lojas físicas em Porto e Lisboa, num investimento total que supera os 2 milhões de euros e que criou 6 novos postos de trabalho.
 
A expansão internacional está prevista até 2021 com a abertura de uma loja física em Espanha que, além de criar 2 novos postos de trabalho, irá aumentar o volume de vendas da empresa em cerca de 500 mil euros.

Categories: Consumidor, Nacional