Empresas

QUARTEIRA | Metro AG compra Grupo Aviludo

  • METRO AG assinou o contrato de compra do Grupo Aviludo, umas das empresas líderes em Portugal no sector grossista para hotelaria e restauração, que gerou um volume de negócios de 152 milhões de euros em 2019 chegando a mais de 13.500 estabelecimentos e empresas;
  • Através desta aquisição, a METRO AG aumenta o seu portfólio em Portugal, onde já detém a makro, intensificando a sua estratégia de liderança no sector com expansão do negócio de distribuição foodservice;
  • Grupo Aviludo diferencia-se pela sua competência e nível de serviço em categorias chave assim como pelo elevado standard de qualidade, higiene e segurança, sendo um parceiro de referência para a hotelaria e restauração nacional há mais de 30 anos;
  • METRO AG irá preservar a fórmula de sucesso do Grupo Aviludo, incluindo a cultura empreendedora das pessoas, e formará uma aliança estratégica com a makro criando mais valor para os clientes e para os seus negócios;
  • Esta transação ainda está sujeita a aprovação por parte das autoridades relevantes e competentes.

METRO AG assinou o contrato de compra do Grupo Aviludo, sedeado em Quarteira – Algarve, umas das empresas líderes no sector grossista para hotelaria e restauração, que gerou um volume de negócios de 152 milhões de euros em 2019 chegando a mais de 13.500 estabelecimentos e empresas de norte a sul do país. Através desta aquisição a METRO AG aumenta o seu portfólio, onde já detém a makro, reforçando assim a sua aposta no país e no sector e intensificando a sua estratégia de liderança com a expansão do negócio de distribuição foodservice. Para além da aquisição do negócio operacional, que engloba os centros de produção e distribuição assim como a frota logística, esta transação inclui também o património imobiliário da empresa. As partes acordaram não divulgar os detalhes financeiros da transação que ainda está sujeita a aprovação por parte das autoridades competentes.

Olaf Koch, CEO da METRO AG, comenta: “No seguimento da aquisição da Pro à Pro, Rungis Express e Classic Fine Foods nos últimos anos, vamos agora através da aquisição da Aviludo expandir a oferta e serviços para os nossos clientes em Portugal, um mercado que consideramos estratégico. Graças ao forte posicionamento da Aviludo, reforçamos a presença no país e criamos mais valor para os nossos clientes e para os seus negócios de forma a acelerar também o nosso crescimento”.

José Ressurreição, co-fundador e CEO da Aviludo: “Com a METRO AG encontrámos o parceiro ideal para crescer, preservando ao mesmo tempo a fórmula de sucesso da Aviludo e os seus melhores ativos, a cultura de trabalho e as pessoas. Em conjunto com a equipa de gestão da Aviludo, estamos satisfeitos com a perspetiva de trabalhar lado a lado com a METRO AG, e em particular com a makro Portugal, para construir uma oferta ímpar para a hotelaria e restauração nacional”.

Desde a sua fundação em 1984, o Grupo Aviludo cresceu tornando-se num operador de foodservice com expressão a nível nacional e em diversas categorias. Atualmente emprega cerca de 850 colaboradores, incluindo uma força de vendas com cerca de 150 profissionais que contactam diariamente os clientes em todo o país. Em 2019 atingiu um volume de negócios de 152 milhões de euros caracterizando-se pela sua competência e elevado nível de serviço em categorias chave. A Aviludo oferece aos seus clientes uma grande flexibilidade e fiabilidade na entrega de produtos que vão ao encontro das necessidades individuais dos clientes profissionais e fá-lo através das suas 8 plataformas logísticas, incluindo 4 com capacidade de produção e processamento de carnes, e uma frota com mais de 180 veículos.

Desta forma o Grupo Aviludo é uma excelente adição ao portfólio da METRO em Portugal, que já inclui a makro, e que experienciou nos últimos anos um forte crescimento impulsionado pelo sector de hotelaria e restauração. A makro Portugal tem 10 lojas e em 2018/19 registou um volume de negócios de 398 milhões de euros, com um dos Net Promoter Scores (NPS) mais elevados do segmento Europa Ocidental.

Categories: Empresas, Quarteira