Lagos

LAGOS | “Barão de São João – Walk & Art Fest” espalhou “Esperança”

A aldeia de Barão de São João (Lagos) acolheu a 3ª edição do festival “Barão de São João – Walk & Art Fest”, entre os passados dias 06 e 08 de novembro. Seguindo todas as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS) e cumprindo o Plano de Contingência, o evento contou com um diversificado programa de 76 atividades, desde caminhadas, BTT, workshops educação ambiental a momentos de bem-estar.

Apesar de todas as limitações que a atual situação de pandemia impõe, a organização considera que os resultados obtidos no evento não podiam ser melhores. Ao todo, foram 19 as atividades esgotadas, não só de caminhada mas também de bem-estar e workshops, demonstrando que quem participa num evento deste género ambiciona mais que caminhar, procura também usufruir em pleno da natureza. Nesta edição, verificou-se um maior interesse em atividades de bem-estar, como a meditação, Tai Chi, “Dançar na Natureza” e Luohan Qigong (Chi Ckung).

A extraordinária instalação artística “Esperança”, de 13 artistas locais, composta por 19 peças, concebidas especialmente para o Festival e expostas nos locais mais inusitados e surpreendentes de Barão de São João, surpreendeu quem participou no evento.

Apesar desta edição ter registado um número inferior de participantes únicos, cerca de 300, e de participações totais cerca de 500 – ou seja, metade dos números atingidos na edição anterior -, o que se deve, por um lado, às restrições aplicadas ao limite máximo de participantes em cada atividade, e por outro lado, à chuva que abençoou a sexta-feira e o domingo de festival, que bastante falta faz à região, mas que acabou por influenciar muitos participantes a cancelar as suas inscrições.

Para Hugo Pereira, Presidente do Município de Lagos, “Apesar de todas as atuais contingências foi bastante recompensador ver que a nossa aposta de fazer esta 3ª edição, mesmo com limitações, foi vencedora. E prova disso foi ver as pessoas felizes nas atividades a usufruir da natureza do concelho de Lagos”. 

Na opinião da Vice-presidente da Associação Almargem, Anabela Santos, “Não há nada mais recompensador do que ver o sorriso, dos participantes, espelhado no brilho dos seus olhos, mesmo por detrás das máscaras. Nada nos poderia deixar mais satisfeitos do que confirmar a confiança e empenho que os artistas locais demonstraram para expressar por peças uma mensagem tão forte como necessária neste momento, a de Esperança. Poder contar com o apoio inestimável de toda a equipa do Centro Cultural de Barão de São João, que se esforçaram para assegurar que nada faltasse aos participantes, e da União de Freguesias de Bensafrim e Barão de São João que acaba por ser o interlocutor mais direto que apoia toda a logística preparatória e que acarinha este evento de uma forma extraordinária, demonstra que nada se poderia fazer se a rede de parceiros não fosse tão harmoniosa”.

2021 marcará assim a 4ª edição deste evento que já está na agenda e no itinerário dos amantes da natureza. As novidades e surpresas, essas estão sempre garantidas.

Sobre o projeto:

A iniciativa integra o calendário do evento Algarve Walking Season (AWS) onde se incluem os outros dois festivais de caminhadas existentes na Região (Walking Festival Ameixial e o Festival de Caminhadas de Alcoutim). O AWS é uma iniciativa coordenada pela Cooperativa QRER – Cooperativa para o Desenvolvimento dos Territórios de Baixa Densidade, aprovada ao abrigo de uma candidatura da Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior, promovida pelo Turismo de Portugal / Região de Turismo do Algarve.

Categories: Lagos