Internacional

ONU | Comandante da Força Militar da MINUSCA reconhece militares portugueses

​Num louvor dirigido aos militares da 8ª Força Nacional Destacada na República Centro-Africana, maioritariamente composta por Comandos do Exército Português, o Comandante da Força Militar da MINUSCA Tenente-General Daniel Sidiki Traoré, reconheceu publicamente o contributo dos militares portugueses para o sucesso das operações conduzidas em Bessembélé e Bangui, entre os dias 18 de dezembro de 2020 e 23 de janeiro de 2021.

8ª Força Nacional Destacada na República Centro-Africana

O Comandante da Força Militar da MINUSCA, destacou a coragem, o profissionalismo e a bravura da Força de Reação Rápida Portuguesa, que conseguiu deter o movimento dos grupos armados em direção à capital e trazer segurança às populações locais, contribuindo para o estabelecimento de um ambiente estável e seguro na cidade de Bossembélé. Estas ações militares, permitiram criar condições para uma contra-ofensiva das Forças Armadas Centro-Africanas, restabelecendo, assim, a autoridade de estado do Governo da República Centro-Africana.

O Tenente-General Daniel Sidiki Traoré, evidenciou ainda que o elevado desempenho dos militares portugueses, contribuiu significativamente para a promoção da paz na República Centro-Africana, para o prestígio e honra da MINUSCA, das Nações Unidas e de Portugal.

A 8ª Força Nacional Destacada Conjunta na República Centro-Africana, com um efetivo de 180 militares, é maioritariamente composta por tropas especiais Comandos, integrando igualmente militares de outras unidades do Exército e ainda três Controladores Aéreos Avançados da Força Aérea.

Categories: Internacional, Nacional