AGENDA

Amanhã: Webinar “Uma União Europeia da Saúde?” com eurodeputados portugueses

Amanhã, sexta-feira, 19 de fevereiro, às 10h00 (hora de Lisboa), o Parlamento Europeu em Portugal organiza um webinar sobre a União Europeia da Saúde com eurodeputados portugueses membros da Comissão do Ambiente e da Saúde Pública.

Os deputados Sara Cerdas (PS, S&D), Lídia Pereira (PSD, PPE), João Ferreira (PCP, GUE/NGL) e Nuno Melo (CDS-PP, PPE) vão debater o papel da UE nas questões de saúde, moderados por Filipe Caetano, jornalista da TVI.

O debate é aberto ao público e pode ser acompanhado na página do Facebook do Parlamento Europeu ou no estúdio virtual do Parlamento Europeu em Portugal (https://pe-portugal.cdntv.eu/).

Os jornalistas interessados em colocar questões podem fazê-lo na “sala de imprensa virtual”. Devem registar-se por e-mail para raquel.patricio@ep.europa.eu ou vera.ramalhete@ep.europa.eu para obterem os dados de acesso.

Imagens vídeo do debate com qualidade de retransmissão e o audio do debate podem ser igualmente pedidos pela comunicação social para os mesmos e-mails.

Contexto:
O Parlamento Europeu quer que as instituições europeias e os Estados-Membros retirem os devidos ensinamentos da crise da COVID-19, reforcem a cooperação e criem uma União Europeia da Saúde.

A 13 de novembro de 2020, o Parlamento Europeu adotou a sua posição sobre o novo programa de saúde da UE. Os eurodeputados apelaram a um Mecanismo europeu de resposta a ameaças em saúde pública para melhorar a cooperação a nível europeu em tempos de crise; um sistema europeu de monitorização, comunicação e notificação de faltas de medicamentos e dispositivos médicos; maior atenção à prevenção de doenças; e maior digitalização dos cuidados de saúde através da aplicação de um registo de saúde eletrónico a nível europeu.
Em dezembro de 2020, o PE e o Conselho da UE chegaram a um acordo sobre o Programa UE pela Saúde, que será votado na próxima sessão plenária do Parlamento Europeu, em março.

O programa abrangerá o período de 2021-2027, mas todas as ações relacionadas com a recuperação pós-crise deverão ser aplicadas nos primeiros anos.

O Programa UE pela Saúde faz parte do plano de recuperação “Next Generation EU” e as suas três principais prioridades são:

  • Proteção das pessoas contra ameaças sanitárias transfronteiriças graves;
  • Aumento da disponibilidade de medicamentos;
  • Fortalecimento dos sistemas nacionais de saúde.

Além disso, o Programa UE pela Saúde pretende:

  • prestar cuidados de saúde de qualidade acessíveis a todos, através da eliminação das desigualdades em termos de saúde;
  • aumentar o uso de inovações digitais;
  • combater as doenças não transmissíveis, ao melhorar o diagnóstico, a prevenção e os cuidados de saúde, em particular o cancro, as doenças cardiovasculares, a diabetes e a saúde mental (com o objetivo de reduzir a mortalidade prematura em um terço até 2030);
  • defender o uso prudente de antibióticos e combater a resistência antimicrobiana;
  • melhorar as taxas de cobertura de vacinação nos Estados-Membros;
  • expandir iniciativas bem sucedidas (como a das Redes Europeias de Referência que estabelecem a ligação entre profissionais de saúde para auxiliar doentes com doenças raras);
  • combater o impacto da poluição ambiental e das alterações demográficas (incluindo o envelhecimento da população) na saúde pública.

Categories: AGENDA, Europa, Nacional, Saúde