Quarteira

QUARTEIRA | 4.ª Feira de Cinzas no Lar da Sagrada Família

17 DE FEVEREIRO DE 2021

«Tu és pó e em pó voltarás» (Génesis 3,19)

A Quarta-feira de Cinzas, que ocorre quarenta dias antes da Páscoa, marca o início da Quaresma, tempo de conversão, silêncio, caridade, penitência e oração mais profunda.As cinzas, símbolo da fragilidade e pequenez humana, são colocadas sobre a cabeça dos fiéis, num sinal que convida à reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida; recordam a passageira, transitória, efémera delicadeza da vida humana, enquanto seres mortais, que somos pó e ao pó voltamos.

O propósito é levar ao arrependimento dos pecados, é lembrar a mortalidade do ser humano, que não se deve apegar demasiado à vida terrena; deve sim lutar por deixar uma vida na Terra melhor, mas sem a ilusão de que fica para sempre nela.

O sentido da quarta-feira de Cinzas é então evocar que tudo é precário, nada é duradouro, tudo é transitório, nada é eterno. A marca da vida é renovar-se; tudo o que nasce, cresce, vive, amadurece e morre. O Senhor transmite que esta vida é apenas uma passagem, um aperfeiçoamento, em busca da vida eterna e perene. A vida está em nós, mas não é nossa.

Embora de forma diferente, no estrito cumprimento das regras de saúde e segurança decorrentes da pandemia que atravessamos, no Lar da Sagrada Família do Centro Paroquial de Quarteira, enquanto Instituição com profundas raízes católicas, não poderíamos deixar de viver este dia, abençoando os nossos utentes e funcionários com as cinzas bentas.

As três Irmãs residentes no Lar celebraram este dia de forma emotiva, e os nossos idosos e funcionários receberam com muita devoção a celebração, ao escutar a Palavra, através da leitura do Evangelho, e a imposição das cinzas a todos os que demonstraram a vontade de as receber.

São estas celebrações que nos unem enquanto Seres, enquanto comunidade com o próximo e que nos mantêm firmes na caminhada para o Pai…

Texto: Ana F. Pinheiro

Fotografias: Cristina Moura

Categories: Quarteira