Algarve

ALGARVE | Segurança Social incrementa apoio alimentar na região

O Centro Distrital de Faro do Instituto da Segurança Social apoia os cidadãos com situações de maior vulnerabilidade social através da sua intervenção direta e da ação de parceria e cooperação com as Instituições de Solidariedade Social.

Esse apoio é concretizado através da distribuição de refeições confecionadas e da distribuição de géneros alimentares às pessoas mais carenciadas e ao desenvolvimento de medidas de acompanhamento com vista à sua inclusão social.

No âmbito do Programa de Emergência Alimentar, o Centro Distrital de Faro tem celebrados 21 Protocolos de Cantinas Sociais, registando atualmente uma capacidade total para servir 656 refeições diárias, 7 dias por semana, o que permite servir um total de 19.366 refeições/mês. Estes protocolos estão distribuídos pelos concelhos de Albufeira, Castro Marim, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Olhão, Portimão, Silves, Tavira e Vila Real de Santo António.

A resposta cantina social apresenta uma ótica de complementaridade com o Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas (POAPMC) e outras medidas, na promoção da cobertura das necessidades alimentares pelas medidas que mais se adequam às características dos destinatários.

Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas abrange todos os concelhos do distrito, possibilitando a entrega de bens alimentares, mensalmente, a 6.216 destinatários.

No âmbito dos acordos de cooperação de Refeitório Social, distribuídos pelos concelhos de Albufeira, Loulé, Olhão, Portimão, São Brás de Alportel, Tavira e Vila Real de Santo António, são comparticipados e apoiados cerca de 415 utentes por mês.

Os destinatários destes apoios não podem beneficiar, simultaneamente, de mais de uma resposta de apoio alimentar, o que significa que, atualmente, o apoio alimentar incrementado pela Segurança Social junto da população de maior vulnerabilidade social do distrito alcança mensalmente mais de 7.000 cidadãos.

Categories: Algarve