Nacional

Estudantes aprendem a cuidar da saúde dos rins em casa

Iniciativa online promove sessões de esclarecimento sobre doença renal crónica

A Associação Nacional de Centros de Diálise (ANADIAL) vai realizar várias sessões de esclarecimento sobre a doença renal crónica, durante o mês de março, pela primeira vez em formato online, com o objetivo de consciencializar os estudantes para a prevenção desta doença, no âmbito da campanha “A vitória contra a doença renal começa na prevenção” e das comemorações do Dia Mundial do Rim, que se assinala a 11 de março.

As sessões de esclarecimento estão adaptadas para os alunos que se encontrem no ensino básico e secundário, e vão ser realizadas em formato online para as escolas do Porto, Braga, Guarda, Almancil, Figueira da Foz, Torres Vedras, Mafra e Valadares.

“A ANADIAL está empenhada no aumento da visibilidade pública da doença renal e em consciencializar a população para a importância da sua prevenção, começando pelos mais jovens. Para isso, iremos promover diversas ações de consciencialização, ministradas por médicos e enfermeiros, em escolas básicas e secundárias de norte a sul do país, proporcionando aos alunos a oportunidade de aprender a cuidar da saúde dos seus rins”, explica Jaime Tavares, presidente da ANADIAL.

E acrescenta: “Esperamos que esta iniciativa online possa contribuir de forma positiva para o programa de educação em saúde, bem como prevenir e reduzir a incidência da doença renal crónica.”

A campanha “A vitória contra a doença renal começa na prevenção” conta com o apoio da Associação de Doentes Renais de Portugal, da Associação Portuguesa de Enfermeiros de Diálise e Transplantação, da Associação Portuguesa de Insuficientes Renais, da Sociedade Portuguesa de Nefrologia e da Sociedade Portuguesa de Transplantação.

A doença renal crónica caracteriza-se pela deterioração lenta e irreversível da função dos rins. Como consequência da perda desta função, existe retenção no sangue de substâncias que normalmente seriam excretadas pelo rim, resultando na acumulação de produtos metabólicos tóxicos no sangue (azotemia ou uremia). Os doentes com diabetes, hipertensão arterial, obesidade e historial familiar de doença renal podem estar em risco de desenvolver esta doença.

Categories: Nacional, Saúde