AGENDA

‘Bolsas de Cidadania da Roche’ apoia melhores projetos de doentes

60 mil euros para projetos e ideias que promovam a Cidadania em Saúde

 Acaba de ser lançada a 7ª edição das Bolsas de Cidadania Roche, que visa o financiamento, num valor total de 60 mil euros, de projetos e ideias de associações de doentes e outras Organizações Não Governamentais (ONG). As candidaturas estão abertas até ao dia 30 de abril de 2021.

A iniciativa procura essencialmente fomentar a participação dos cidadãos nos processos de decisão em saúde, a informação dos doentes sobre os seus direitos, assim como a sua participação nas decisões individuais de tratamento.

Para esta nova edição, de 2021, são considerados preferenciais os projetos que:

  • Informem os doentes dos seus direitos de acesso à informação e ao envolvimento nas decisões individuais de cuidados de saúde;
  • Incrementem a participação dos cidadãos e dos doentes nos processos de decisão em saúde;
  • Contribuam para o incremento da qualidade de vida dos doentes e seus cuidadores em sociedade;
  • Promovam os ganhos em saúde dos cidadãos;
  • Aumentem a literacia em saúde da população.

As candidaturas deverão ser apresentadas até dia 30 de abril de 2021 e respeitar, obrigatoriamente, todos os requisitos que constam no regulamento da iniciativa, incluindo o preenchimento do formulário de candidatura.

A análise das candidaturas e a proposta de decisão de atribuição das Bolsas será feita por um Júri independente, constituído por um mínimo de cinco elementos.

As bolsas a atribuir terão os seguintes valores: 20 mil euros (uma bolsa); 15 mil euros (uma bolsa); 10 mil euros (uma bolsa) e 5 mil euros (três bolsas).

Esta ação enquadra-se na Política de Responsabilidade Social da Roche e resulta do seu compromisso em assumir um papel ativo na sociedade apoiando, de forma transparente, iniciativas inovadoras e orientadas para a missão de suporte ao doente.

Na edição de 2020, a Roche atribui também seis bolsas no valor total de 60 mil euros às seguintes entidades e projetos:

Projeto “Humanitar – Cidadania em Saúde”

Aldeias Humanitar – Associação de Solidariedade Social

Bolsa de 20 mil euros

Projeto “Futuro Feliz”

Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM)

Bolsa de 15 mil euros

Projeto “Viver novamente”

Associação novamente – Associação de Apoio aos Traumatizados Crânio-encefálicos e suas Famílias

Bolsa de 10 mil euros 

Projeto “Cancro Pediátrico – Desafios Parentais”

Fundação Rui Osório de Castro

Bolsa de 5 mil euros 

Projeto “Cui(dar)+Gabinete de Apoio à Pessoa Cuidadora”

TAIPA – CRL, Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado

Bolsa de 5 mil euros

Projeto “HÁBIL– Avaliação e Desenvolvimento de Pré-requisitos de Leitura, Escrita e Matemática”

Associação Pais e Amigos Habilitar

Bolsa de 5 mil euros

Categories: AGENDA, Nacional, Saúde