Desporto

VILAMOURA | Velejadores Pedro e Diogo Costa garantiram a presença em Tóquio 2020

Os velejadores portugueses Pedro e Diogo Costa garantiram hoje o apuramento para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 ocupando a única vaga ainda disponível para a classe 470 masculina.

Pedro e Diogo Costa (POR 21) foto-João Ferreira – Osga

Bastou um 10º lugar na 1ª regata do dia no Campeonato do Mundo da classe a decorrer em Vilamoura para superar os suíços, principais oponentes da dupla nacional na luta pelo lugar olímpico.

“É a 1º vez que conseguimos o apuramento para os Jogos Olímpicos, é o culminar do trabalho que começou em 2016, depois de termos ganho o mundial de 420. Acabamos com este momento muito feliz” disse Pedro Costa.

Já para Diogo Costa o dia foi “muito complicando mas muito aliviante”.

“Eu tinha traçado oito lugares entre nós e os suíços e foi exatamente isso que ficámos. Foi espetacular. Não comemoramos nada fomos para a 2º regata a fundo, como se não tivéssemos ganhado nada“, apontou.

Quanto a uma medalha nesta prova a dupla promete manter a mesma atitude e dar o seu melhor.

Com o vento a rondar os 12 nós, a permitir ótimas condições para a prática da modalidade, as regatas do 5º e penúltimo de competição foram renhidas já que as 11 provas realizadas começam a definir as classificações finais e muitos países decidem em Vilamoura as duplas que os vão representar em Tóquio 2020.

Após as 2 regatas de hoje não houve alterações na tabela principal liderada pelos suecos Anton Dahlberg e Fredrik Bergström cada vez mais próximos de se sagrarem campeões do mundo.

No entanto, amanhã, o último dia de competição promete muita emoção com a decisão final a depender do resultado da Medal Race.

Nesta última regata apenas participam os 10 melhores da classificação, com a particularidade da pontuação contar a dobrar.

A dupla portuguesa mantém a 2º posição seguida dos espanhóis Jordi Xammar e Nicolas Rodriguez, atuais líderes do ranking mundial e vice-campeões mundiais. Os russos Pavel Sozykin e Denis Gribanov, no 4º posto, ainda estão em condições de disputar amanhã as medalhas.

Na competição feminina as regatas do dia não trouxeram alterações na tabela, com as espanholas Silvia Mas Depares e Patricia Cantero Reina a manterem a liderança, pelo quarto dia consecutivo, seguidas das holandesas Afrodite Zegers e Lobke Berkhout. O 3º lugar é ocupado pelas italianas Elena Berta e Bianca Caruso

O dia foi decisivo na atribuição da vaga olímpica com a Turquia a levar a melhor à Rússia e à Ucrânia, já que os 3 países terminaram hoje a sua participação no mundial, não sendo incluídos na Medal Race.

Na competição mista os israelitas Gil Cohen e Noam Homri mantiveram o 1º lugar obtido ontem e os italianos Maria Vitoria Marchesini e Bruno Festo subiram um posto para o 2º lugar. Os britânicos Freya Black e Marcus Tressler fecham agora o pódio.

As tripulações mistas serão o futuro da classe 470 e o formato exclusivo a ser adotado depois dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

No 4º dia do Campeonato da Europa de classe RS:X, modalidade olímpica do windsurf, o israelita Ofek Elimelech subiu do 3º lugar para a liderança, relegando o holandês Kiran Badloe, atual campeão europeu e mundial, para o 2º posto.

O italiano Mattia Camboni desceu uma posição, para o 3º lugar, depois das 3 regatas do dia, num total de 10 já realizadas.

Charline Picon foto João Ferreira – Osgas

Na competição feminina, a francesa Charline Picon, atual campeã europeia, regressou à liderança da prova, seguida da polaca Zofia Noceti Klepacka e da holandesa Lilian De Geus em 3º.

As regatas do Campeonato do Mundo de classe 470, que decorre em Vilamoura até sábado, podem ser acompanhadas através da transmissão em direto na página oficial do Facebook e Youtube do Vilamoura Sailing.

Categories: Desporto, Quarteira