Lagos

Município solidário com defesa da pesca artesanal

A Câmara Municipal de Lagos aprovou ontem a atribuição de um subsídio, no montante de quatro mil euros, à Associação de Armadores de Pesca Artesanal do Barlavento Algarvio. O objetivo da verba é ajudar esta estrutura associativa a dar continuidade ao trabalho de defesa da atividade piscatória que desenvolve desde 1988.

Lagos – Cidade vista da lota

Sediada em Ferragudo, a Associação de Armadores de Pesca Artesanal do Barlavento Algarvio tem atualmente 60 associados, dos quais cerca de 70% dizem respeito a embarcações do Porto de Lagos, respetivos empresários e tripulações. Este organismo presta apoio a tudo o que está implicado numa embarcação de pesca, como modernizações, instalação de motores e outros equipamentos, aquisições, cartões de operador, cartões de gasóleo, licenças de pesca, licenças de estação, subsídios para motores a gasolina, linhas de crédito e seguros, entre outras atividades. A melhoria das condições de trabalho dos homens do mar, higiene e segurança e apetrechamento técnico, nomeadamente nos portos de abrigo, docas e dos serviços de lotas e vendagens é outra das vertentes do trabalho da Associação.

O abate de embarcações foi um dos fatores que contribuiu para a redução do número de associados – que em tempos fortes da pesca chegaram a representar 120 a 130 embarcações -, situação que se traduziu em perda de quotizações e de receitas, obrigando a Associação a recorrer a apoios das autarquias.

O interesse estratégico que a pesca artesanal representa para o desenvolvimento de Lagos e de todo o Barlavento Algarvio, assim como as dimensões social, cultural e ecológica desta atividade, justificam a renovação deste apoio financeiro agora deliberado pelo município.

Categories: Lagos