Consumidor

“HARP: o que motiva os consumidores a mudar de sistema de aquecimento?”

Delegação Regional do Algarve

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR / DECO

A DECO INFORMA…

As necessidades de aquecimento ambiente e de produção de água quente são responsáveis por quase 80% da procura de energia no setor residencial, a nível europeu.  

A maioria dos equipamentos de aquecimento instalados é ineficiente, o que leva a um maior consumo de energia, a faturas de energia mais elevadas e a impactes ambientais que nos afetam a todos. Felizmente, o mercado já disponibiliza diversas soluções de aquecimento eficientes que contornam estes problemas!

Os equipamentos de aquecimento têm um tempo de vida considerável, durando, em média, mais de 15 anos. Isto significa que a decisão de os substituir por soluções mais recentes e mais eficientes não acontece com frequência. Na maioria das vezes, a decisão de substituição do sistema de aquecimento decorre de uma urgência, como é o caso das avarias.  

Além desta perspetiva de necessidade de substituição, será que existem outras razões por detrás da decisão de substituição?

Foi realizado um estudo em cinco países – Alemanha, Espanha, França, Itália e Portugal – para compreender o processo de decisão dos consumidores. Foram identificadas três ideias-chave relativamente às motivações para o consumidor substituir um sistema de aquecimento antigo e ineficiente: os benefícios adicionais, os influenciadores e organizações locais e agências de energia.

Em Portugal, os consumidores valorizam os benefícios adicionais (ou co-benefícios) apresentados pelas soluções de aquecimento energeticamente eficientes, bem como as soluções que são mais fáceis de utilizar e que requerem procedimentos de manutenção mais simples. Relativamente ao tema do aquecimento, os consumidores portugueses procuram a informação disponibilizada por organizações locais e websites de agências de energia, bem como a informação veiculada em campanhas de comunicação.  A Internet é o principal instrumento utilizado pelos consumidores portugueses para procurarem informação sobre aquecimento energeticamente eficiente, mas também a família e os amigos são consultados quando se decide por um novo sistema de aquecimento.

A DECO Algarve vai reabrir, por marcação prévia, o atendimento presencial, a partir do dia 05 de abril. Se quer marcar o seu atendimento presencial, fale connosco: DECO Algarve – deco.algarve@deco.pt | 289 863 103

Categories: Consumidor