AGENDA

LOULÉ | João Moniz expõe “Múltiplos Falantes”

O Convento de Santo António, em Loulé, abre as suas portas para receber, de 17 de abril a 29 de maio, a Exposição “Múltiplos Falantes”, do artista plástico João Moniz, curador da Galeria de Arte do Convento de Espírito Santo desde 2016.

“Múltiplos Falantes”, de João Moniz

Sobre a obra do artista, escreve Fernando António Baptista Pereira:

“O pintor exerce, dentro de uma gama circunscrita de temas e motivos, um trabalho criativo de variação potencialmente infinito e inesperadamente ‘novo’ a cada imagem que observamos como se a própria obra executasse sobre nós a limpeza de olhar necessária a fruir a diferença de cada nova composição.

Estamos, pois, perante um espaço-tempo da criação em que a infinitude a que a ascese espiritual aspira se resolve, afinal, numa espécie de soma de todas as possibilidades e variações do fazer.

Estamos perante uma identidade artística que se define intrinsecamente por ser sempre a mesma a ser sempre outra, diferente, ou seja, perante as mil faces de um rosto, sempre o mesmo e sempre outro, tal como nas orientais estelas dos mil budas, mas também perante a análoga identidade fugidia da Pintura, ela própria sempre a mesma e sempre outra, oscilando entre o eterno e o infinito da Ideia e a variação e o contingente do Existir”.

João Moniz nasceu em Lisboa, a 3 de janeiro de 1949, e fez a Escola de Artes Decorativas António Arroio, a École Nationale Supérieure des Beaux Arts de Paris e o Atelier Gustave Singier.

Com exposições individuais desde o início dos anos 70, João Moniz já expos em alguns dos mais importantes espaços do país, bem como em vários pontos do globo como França, Macau, Hong Kong ou Luxemburgo. Participou também em exposições coletivas e esteve ainda representado em numerosas coleções em Portugal, Estados Unidos e Ásia. Marcou ainda presença em salões como Salon de Mai, em Paris, ou Bienal de Toulon, e feiras de arte como Feira Internacional de Arte Contemporânea de Paris, Feira Internacional de Dusseldorf ou Feira Internacional de Madrid.

Em 1985 foi realizado um filme sobre a obra do artista, pela Televisão Alemã – Primeiro Canal.

“Múltiplos Falantes” inaugura este sábado, pelas 11h00, e pode ser visitada de terça-feira a sábado, das 10h00 às 16h30

A inauguração irá decorrer com entrada condicionada a um limite máximo de 14 pessoas de cada vez no interior do espaço e ao uso obrigatório de máscara.

Categories: AGENDA, Loulé