Quarteira

QUARTEIRA | Inauguração do Espaço Cidadão com mais de 70 serviços gratuitos num único balcão

O Espaço Cidadão de Quarteira, o primeiro e único no concelho de Loulé, foi inaugurado esta quarta-feira, dia 21 de abril. Situado nas instalações do Centro Autárquico de Quarteira, este espaço disponibiliza a toda população o acesso a 70 serviços públicos, por meio de atendimento digital assistido, que diversas entidades prestam ao cidadão.

Criado em tempo recorde, cerca de três meses, a inauguração desta nova valência na cidade de Quarteira contou com a presença de Alexandra Leitão, Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública; Jorge Botelho, Secretario de Estado da Descentralização e da Administração Local; Telmo Pinto, Presidente da Junta de Freguesia de Quarteira; Vítor Aleixo, Presidente da Câmara Municipal de Loulé; e Fátima Madureira, Presidente da AMA – Agência para a Modernização Administrativa.

Neste novo espaço, os cidadãos vão poder tratar de assuntos da sua vida quotidiana, como por exemplo, renovação do cartão de cidadão, revalidação da carta de condução, requisição de certidões, marcação e cancelamento de consultas do Centro de Saúde, entre muitos outros (ver tabela de todos os serviços em anexo).

A abertura do Espaço Cidadão de Quarteira é o resultado de um protocolo de cooperação celebrado entre a Junta de Freguesia de Quarteira, a Câmara Municipal de Loulé e a Agência de Modernização Administrativa.

O Espaço do Cidadão de Quarteira funciona de segunda à sexta, das 9h00 às 16h30.

Para mais informações: espaco.cidadao@jf-quarteira.pt | www.jf-quarteira.pt/espaco-cidadao.

INTERVENÇÕES OFICIAIS

Telmo Pinto, Presidente da Junta de Freguesia de Quarteira:

“Estamos aqui numa relação de proximidade para ir ao encontro das necessidades de todos aqueles que procuram a freguesia de Quarteira para viver e visitar. Queremos continuar a ser a freguesia que acolhe, que ajuda e dá respostas rápidas e eficazes e que coloca as pessoas no centro das suas ações e da sua atenção, melhorando e aumentando a sua qualidade de vida. O Espaço Cidadão de Quarteira é um exemplo disso mesmo. Um projeto conseguido em apenas 3 meses e meio e que hoje estamos a inaugurar com todo o apoio do presidente da câmara de Loulé, o meu amigo Vítor Aleixo, desde o momento em que surgiu a ideia até ao dia de hoje. Este é um excelente momento para dizer que a Administração Pública também faz acontecer com rapidez e qualidade, bastando apenas haver vontade. No dia 6 de janeiro, manifestámos num primeiro momento a vontade de querermos um Espaço Cidadão em Quarteira. Desde aí, assinámos protocolos, formámos as pessoas necessárias para o serviço, fizemos obras e, em pouco mais de 3 meses, estamos aqui a inaugurar este espaço. O Espaço Cidadão, em Quarteira, o primeiro no concelho de Loulé, integra-se numa ótica de partilha de recursos com todas as suas valências e serviços prestados. Vem dar uma resposta certa à população da freguesia, permitindo melhor acesso e maior celeridade dos serviços, evitando que um número significativo de pessoas tenha de se deslocar a outros locais para tratar das mais variadas questões. É isto que estamos a fazer e que queremos continuar a fazer. Aproveito o momento para partilhar a emoção que eu e os quarteirenses vivemos com o processo da transferência de competências do município para a freguesia. Ficamos com mais competências e assumimos mais trabalho mas melhorando a capacidade de dar mais respostas à população. Temos também a decorrer neste momento o processo de reforma e modernização dos serviços desta junta de freguesia para que sejamos cada vez melhores. A junta de freguesia é, sem dúvida, quem conhece melhor o seu território e a sua população, bem como as suas necessidades. Quarteira é uma referência na região e já se encontra ao nível das freguesias da capital. Assim, assumo publicamente que iremos, cada vez mais, aumentar os nossos serviços com a intenção de tornar as nossas respostas cada vez mais eficazes, melhorando, assim, o local onde vivemos. Agradeço aos verdadeiros protagonistas desta história, a história da dedicação e do empenho aos serviços públicos da Junta de Freguesia de Quarteira, pelo seu esforço redobrado para que pudéssemos estar aqui a inaugurar este tão esperado Espaço Cidadão, o meu executivo e todos os trabalhadores desta junta de freguesia que tanto se empenharam para que este momento acontecesse em tão pouco tempo”.

Vítor Aleixo, Presidente da Câmara Municipal de Loulé:

“Hoje é de facto um dia muito feliz para todos nós. Estamos aqui a iniciar um processo que até aqui ainda não tinha tido o verdadeiro click da aproximação dos serviços do Estado aos cidadãos. O Estado tinha uma máquina burocrática e distante e o que se pretende com a abertura deste Espaço Cidadão é dar o pontapé de saída no Concelho de Loulé da aproximação do relacionamento entre o cidadão e os serviços do Estado. Portanto, este é um dia grande, até porque os cidadãos, em regra, dão-nos sinais da sua insatisfação quanto ao peso do Estado em responder às suas necessidades, à procura dos serviços por parte dos cidadãos e, portanto, a partir de agora, o Concelho de Loulé é um bom exemplo de que esse caminho começou e vai ser prosseguido. É nossa intenção, no Concelho de Loulé, abrir mais espaços como este. Nesse sentido, vamos fazer uma Loja do Cidadão ou um Balcão do Cidadão em Loulé e vamos também fazê-lo na Freguesia de Boliqueime. Quarteira continua nesta sua senda de grande dinamismo, graças ao seu presidente Telmo Pinto. O Homem sonhou e a obra apareceu muito rapidamente. Não estranho. Temos de facto uma junta bem entregue a um jovem cheio de dinamismo que, aliás, tem dado provas bastantes dessa sua ambição de dar boa conta das funções que exerce. A câmara tem estado sempre ao seu lado. Temos tido uma relação que, como é natural em democracia, muito negociada, discutida, participada, com vários momentos mas todos esses momentos de diálogo têm sido bem ultrapassados. O último foi o processo de transferência de competências. A Junta de Freguesia de Quarteira aceitou todas as competências que a lei prevê transferir dos municípios para as freguesias. Quarteira justifica isso mesmo. É uma freguesia com 20 mil habitantes, com uma atividade económica única, de excelência, com uma centralidade urbana muito grande, com empreendimentos turísticos de grande gabarito, com uma marina reconhecida e premiada várias vezes, com um espaço público e urbano significativo, com uma dinâmica social e demográfica que ombreia com as mais fortes que existem no país. A dinâmica demográfica de Quarteira ombreia plenamente com Lisboa e Porto e talvez o polo de Portimão. Nós vemos isso pelo número de alunos que anualmente se matriculam nos primeiros anos do currículo escolar e pelo número de professores que se centram neste concelho e nesta freguesia em particular, onde se procuram alojar no arranque de cada ano letivo. Portanto, há aqui sinais muito claros de que esta freguesia é uma freguesia que está em contraciclo. Mesmo em períodos de crise, dá sinais de atividade económica e social. Portanto, aquilo que está aqui a ser feito hoje é apenas acompanhar e não se atrasar com aquilo que a própria vida à nossa volta exige de nós. É importante que se tenha essa consciência e quero dar os parabéns aos quarteirenses. Tratem os seus assuntos sem aquela pena histórica, quase um castigo ter de ir a Loulé tratar da vida. Hoje, isso passou à história. Agora, as pessoas podem resolver, na sua própria terra, resolver os seus problemas sem necessidade de terem de ir a Loulé. É assim que tem de ser e isso está de acordo com um Estado democrático moderno e, quando assim é, sentimos que estamos a ser úteis aos cidadãos e é para isso que os políticos servem. Parabéns a Quarteira e aos quarteirenses”.

Alexandra Leitão, Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública:

“Estou muito habituada a trabalhar com este município e com esta freguesia onde as coisas têm sido feitas em tempo recorde. Foi criada em Loulé a primeira escola de música pública do Algarve em pouco mais de 4 meses. Agora, em 3 meses, foi criado este Espaço do Cidadão. Portanto, já nos habituaram a isto e este ministério gosta muito de trabalhar com este município e com esta freguesia. Este Espaço do Cidadão assenta nos 4 pilares da modernização da nossa Administração Pública: recebe as pessoas, usa a tecnologia com os serviços online através do digital assistido e numa lógica de proximidade com o Estado a ir ao encontro das pessoas e não as pessoas a irem ao Estado. Neste período pandémico estes 4 pilares tiveram um papel fundamental. Todos precisamos do apoio na utilização dos serviços e é isso também que os Espaços Cidadão fazem por esse país fora e agora também em Quarteira, ainda para mais sendo uma freguesia grande com muita população onde é fundamental termos aqui esta solução. Isto também marca a transferência de competências do município de Loulé para esta freguesia em concreto, tão importante como a descentralização do Estado para os municípios. É com muito gosto que me associo a esta comemoração e espero que este espaço venha a ser utilizado e que venha a o encontro das aspirações e das necessidades das pessoas de Quarteira”.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: Quarteira