AGENDA

Lagos celebra o Dia Mundial da Língua Portuguesa e da Cultura Lusófona

A Biblioteca Municipal de Lagos – Júlio Dantas preparou uma programação especial para celebrar a data, assinalada anualmente a 5 de maio, a qual passa pela literatura, cinema, música e conversas em torno dos livros. Estas iniciativas vêm juntar-se a outras que marcam o regresso às atividades presenciais na Biblioteca ao longo do mês de maio.

O Dia Mundial da Língua Portuguesa e da Cultura Lusófona foi instituído em pela CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (Brasil, Portugal, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, e Timor-Leste) para homenagear o idioma e reconhecer os traços culturais e históricos partilhados por esses países. A Biblioteca Municipal de Lagos, que este ano celebra 30 anos de existência, associa-se às comemorações com várias atividades para todos os gostos.

“Alda e Maria – Por Aqui Tudo Bem”, de Pocas Pascoal

Entre os dias 4 e 8 de maio, terá lugar o Ciclo de Cinema e Lusofonia “Espalha-Mundo”, com a exibição dos filmes “O Arquitecto e a Cidade Velha”, de Catarina Alves Costa (dia 4, 18h30), “Cartas da Guerra”, de Ivo Ferreira (dia 6, 18h30) e “Alda e Maria – Por Aqui Tudo Bem”, de Pocas Pascoal (dia 8, 15h15).

Os Encontros “A Biblioteca dos Livros Perdidos. Conversas que Ardem” também será alusiva ao dia, com “O Português Vagamundo: A origem da Língua Portuguesa e as suas andanças pelo mundo”, uma palestra para desconfinar ideias com Fernando Venâncio e Marco Neves (5 de maio, 21h30).

No dia 8 (17h00), é a vez de “Tanto (a)mar” nos deliciar, uma conversa com a realizadora angolana Pocas Pascoal moderada pela escritora angolana Branca Clara das Neves. Para fechar a programação destas comemorações, logo no dia seguinte, pelas 16h00, terá lugar o espetáculo “O que é que se passa?”, onde a Língua Portuguesa é exaltada nos seus diferentes sotaques ao som das guitarras, da percussão e das palavras de Dany Silva (Cabo Verde), Mick Trovoada (Angola), Guto Pires (Guiné), Mingo Rangel (Moçambique) e João Mouro (Portugal).

Mas os eventos na Biblioteca não se ficam por aqui. No decorrer do mês de maio, terão lugar outras iniciativas ligadas à literatura e ao bem-estar, nomeadamente as sessões “Contos de Boca a Orelha (2 de maio, 11h00) e “O Lugar Onde Moram as Palavras” (2 de maio, 15h30), com Cristina Taquelim, “Mediação Guiada ao Som de Taças Tibetanas, Gongo e Outros Sons”, com Sandra Marreiros (22 de maio, 10h30), “Como Editar um Livro: Edição de Autor”, com Jorge Serafim (22 de maio, 14h00) e “O Poder Terapêutico dos 4 Elementos Naturais”, com Sofia Loureiro (29 de maio, 15h00). A programação de maio termina no dia 30 (16h00) com a apresentação do livro “O Mar e as suas artes” com a presença do autor João Neves e apresentado por Marco Vicente.

Todas as atividades na Biblioteca são gratuitas. No entanto, para garantir a segurança de todos os participantes e o cumprimento das normas de saúde em vigor, as iniciativas têm lotação limitada e exigem inscrição prévia obrigatória que poderá ser feita através dos seguintes meios: telefone 282 767 816, mensagem através da página de Facebook da Biblioteca ou email biblioteca@cm-lagos.pt.

Celebre a língua portuguesa e a cultura lusófona com a sua Biblioteca Municipal de Lagos!

Consulte toda a programação cultural de maio em Lagos aqui.

Categories: AGENDA, Lagos