Albufeira

ALBUFEIRA | Presidente da câmara presta homenagem simbólica ao Imortal pela excelente época desportiva

O presidente da Câmara Municipal de Albufeira recebeu a equipa sénior do Imortal BasKet Club, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, numa cerimónia simbólica que teve por objetivo felicitar atletas, treinadores e dirigentes do clube pela excelente época desportiva. “Apesar das dificuldades devido a lesões de alguns jogadores, o Imortal teve uma época brilhante, passando pela Taça da Liga, não esquecendo a Taça de Portugal, a final four da Liga Placard, o que é digno de registo num clube da terra com este tipo de palmarés durante um ano desportivo”, destacou José Carlos Rolo. A cerimónia contou com a presença de vários elementos do Executivo, da presidente da Assembleia Geral do Imortal e do presidente da Assembleia Municipal de Albufeira.

José Carlos Rolo congratulou os atletas, a equipa técnica e os dirigentes do Imortal Basket Club (IBC) pelos excelentes resultados alcançados e referiu que o desfecho poderia ter sido ainda melhor para o Clube, não fossem as lesões inesperadas de alguns jogadores no final da época. “Tive oportunidade de ver vários jogos do Imortal, quer presencialmente quer através da televisão, e a equipa esteve sempre extremamente aguerrida e unida, o que se deve, também, à equipa técnica, a quem felicito, na pessoa do treinador Luís Modesto, que com a sua calma e serenidade tem feito um belíssimo trabalho, bem como à organização do clube, que é notória, quer nas reuniões que temos tido ao longo da época quer durante os jogos”.

O Imortal já nos habituou a vários títulos, nomeadamente a equipa sénior, dos quais relembro o título de campeão nacional da Proliga em 2017/2018. “Este ano apesar de não ter qualquer título é como se tivesse muitos títulos, pela época brilhante em que conseguiu passar pela Taça da Liga, não esquecendo a Taça de Portugal, o que é digno de registo num clube da terra com este tipo de palmarés durante um ano desportivo”. O presidente sublinhou que no futuro, a Câmara Municipal de Albufeira irá com certeza continuar a apoiar o Basquete, quer a nível dos seniores, quer da formação, área fundamental para o crescimento de qualquer clube, tendo referido que “também nesta área da formação o IBC tem desempenhado muito bem o seu papel, agora também com uma equipa feminina”.

O autarca fez questão de realçar que “o nome de Albufeira também se escreve com bolas de basquete e cestos de 3 pontos”, tendo frisado que o Basquete, e o Desporto de uma forma geral, é um grande embaixador de um destino turístico, sendo que o Imortal tem levado o nome de Albufeira bastante longe a nível nacional e mesmo a nível internacional. “Daí, eu estar plenamente convicto de que o apoio financeiro e logístico da Câmara Municipal ao IBC não devem ser encarados como uma despesa mas como um investimento para que o clube tenha as condições necessárias para se afirmar na modalidade”. José Carlos Rolo desejou a todos umas boas férias desportivas e um princípio de época com vontade de ganhar “para que a próxima época desportiva seja tão boa ou melhor do que aquela que acaba de terminar”.

Luís Modesto estava visivelmente feliz, tendo confirmado que esta foi a melhor época da história do Imortal e do Basquete em Albufeira. “Não ganhámos nada, mas foi uma época muito regular, onde o IBC esteve sempre presente entre as 4 melhores equipas da época na Taça da Liga, como na Taça de Portugal e depois nas meias-finais dos playoffs”. A equipa acabou da melhor forma o Campeonato, apesar das dificuldades, com os jogadores disponíveis a lutarem com o máximo de energia, tentando sempre alcançar a vitória, frisou.

“Agradeço o apoio imprescindível do Município, sem o qual nada disto teria sido possível, aos bravos guerreiros que tenho aqui à minha frente, que fazem parte de um projeto que começou há dois anos e que nos levou a chegar a este resultado, cujo principal fator reside na união da equipa”. Este grupo é liderado por 2 capitães: Rui Quintino e Nuno Morais, que fazem um trabalho excecional, só comparável à época em que o meu adjunto Paulo Sérgio foi o capitão da equipa sénior, destacou. “Podemos não ter os melhores jogadores do Campeonato, mas temos, de certeza absoluta, um dos melhores grupos e isso traduziu-se neste resultado final”. O treinador agradeceu, igualmente, “o trabalho invisível dos nossos diretores, os mais ligados à equipa sénior, bem como à restante direção do Clube”, tendo destacado Francisco Oliveira, Paulo Correia e Rui Gago pelo apoio que dão a toda a equipa “para que nada falte a estes senhores para jogarem basquetebol e se dedicarem a 100 por cento à modalidade”. Luís Modesto terminou a sua intervenção com a afirmação “não prometemos títulos para o próximo ano, mas prometemos a mesma ambição e a mesma atitude para a próxima época”.

A presidente da Assembleia Geral do IBC agradeceu ao presidente da Câmara “a homenagem bem merecida e todo o apoio dado pela autarquia ao clube, com destaque para a equipa sénior, durante a presente época desportiva”, agradecimento que tornou extensivo aos restantes membros do Executivo. Ana Cristina Patrício reiterou a importância do apoio financeiro da autarquia, que qualificou de indispensável para que uma equipa possa competir ao mais alto nível. “Como o senhor presidente da Câmara disse, e bem, não se trata de uma despesa mas de um investimento que se traduziu num reconhecimento. O Imortal já era uma referência, mas este ano tornou-se uma referência redobrada, o que contribuiu para merecemos o respeito dos nossos adversários e para termos uma palavra a dizer no campo do Desporto e do Basquete”. A responsável do IBC apenas lamentou que a pandemia tivesse impossibilitado os inúmeros adeptos de encherem o Pavilhão do Imortal para ver a equipa jogar, tendo referido que a situação retirou um bocado do élan com que contávamos. “Espero que para o ano as circunstâncias sejam outras e que a equipa tenha um desempenho tão bom ou melhor para termos o Pavilhão cheio e voltarmos a ser uma referência para o Algarve e para o País”. Ana Patrício terminou dizendo que o Imortal está bem vivo, “temos projetos para o futuro, estamos entusiasmados com esta sementeira e os resultados dos seniores, que acreditamos irão trazer mais atletas e entusiastas à modalidade”.

Na mesma linha, o presidente da Assembleia Municipal, acrescentou que o clube não é apenas uma referência ao nível do Basquete. “O Imortal é uma referência de uma cidade, de um Município. É uma identidade que teve destaque de maior relevo nesta época, porque foi uma equipa regular nas vitórias, na alegria, na organização e no momento único da vitória sobre o Benfica, em que o clube, do qual eu até sou adepto, parecia um clube da Distrital. Foi glorificante ver aquele jogo, em que a partir de determinado momento, o que importa é o Basquete e ver os jogadores tranquilos a jogarem para ganhar”. E isto viu-se em muitos dos jogos, com aquelas sequências fantásticas de triplos, o gozo de quem estava a assistir e de quem estava lesionado, sublinhou Paulo Freitas. “Depois de tudo isto, resta a Albufeira agradecer ao IBC porque colocou bem alto a fasquia para a próxima época, porque elevou mais alto o nome de Albufeira, porque fez com que, quer no mundo do Basquete quer no mundo do Desporto o Imortal fosse essa referência fantástica, porque esteve em todas as linhas e não tendo trazido o troféu, trouxe orgulho e dedicação deste concelho para uma equipa de desporto, neste caso o Basquete. O nome de Albufeira esteve sempre dentro do campo, porque o Imortal é de Albufeira e essa raça só se vive neste Clube”, concluiu.

Categories: Albufeira, Desporto