AGENDA

Seminário Internacional Turismo sustentável em pequenos e fascinantes povoados mediterrâneos | 14 de julho

O Município de Faro e a Make it Better (Associação para a Inovação e Economia Social), em associação com os Municípios de Lagos e Cuba (Alentejo) e com a Universidade do Algarve, realizam, no próximo dia 14 de julho, pelas 09h45, no Hotel EVA Senses, em Faro, o Seminário Internacional “Turismo Sustentável em pequenos e fascinantes povoados mediterrâneos”.

Integrado no âmbito da iniciativa SuSTowns – Enhancing Sustainable Tourism in Small Fascinating Med Towns, o evento traz até Faro as diferentes entidades europeias envolvidas na iniciativa, oriundas de Portugal, Itália, Espanha, Croácia, Eslovénia, Grécia e Albânia, bem como representações dos 19 municípios piloto onde as metodologias SuSTowns foram testadas e validadas. Para além destas representações, onde se incluem os Municípios de Faro (Ilha da Culatra), de Lagos e de Cuba (Alentejo), o Seminário Internacional conta ainda com as participações do Turismo de Portugal, das entidades Regionais de Turismo do Algarve e do Alentejo, e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve.

A agenda do evento é assim dedicada à apresentação e disseminação das experiências piloto, e das suas práticas e instrumentos, procurando beneficiar outras regiões, nacionais e internacionais, bem como as entidades públicas e privadas que pretendam implementar estratégias locais de turismo sustentável.

Financiada pelo Programa Interreg MED da União Europeia, a iniciativa SuSTowns tem como objetivo incentivar um modelo de turismo sustentável e de qualidade e serviços mais inovadores e responsáveis, dirigidos a visitantes e turistas nacionais e internacionais. Este objetivo é concretizado através do apoio às autoridades locais na construção de planos de ação para o turismo sustentável, no desenho de pacotes de oferta turística mais responsável social e ambientalmente, e no marketing desses pacotes e do território, reforçando a adaptação e recuperação durante e pós-COVID19, e protegendo e evitando o colapso ou a excessiva antropização dos recursos naturais e culturais locais.

Categories: AGENDA, Algarve, Faro, Turismo