AGENDA

Triatlo Internacional de Quarteira realiza-se este fim-de-semana e foi apresentado ontem

Quarteira recebe o Campeonato do Mundo de Triatlo Júnior, Taça da Europa e Campeonato do Mediterrâneo.

Neste fim-de-semana, dias 6 e 7 de novembro, o Triatlo Internacional de Quarteira Professor Carlos Gravata recebe o Campeonato do Mundo de Juniores, a Taça da Europa de Elite e o Campeonato do Mediterrâneo.

Há já muitos anos que o Triatlo Internacional de Quarteira inclui a Taça da Europa de Juniores, uma das razões pelas quais a World Triathlon (WT) escolheu este evento para realizar o Campeonato do Mundo de Juniores, depois do cancelamento da World Triathlon Championship Series (WTCS) em Bermuda, onde estava inicialmente programado acontecer o mundial.

A prova foi apresentada ontem em conferência de imprensa que contou com a participação do presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, Telmo Pinto, do vereador do Desporto da Câmara Municipal de Loulé, Carlos Carmo, do presidente da Federação de Triatlo de Portugal, Vasco Rodrigues, de João Soares, diretor do Dom José Beach Hotel e de alguns dos mais cotados atletas em prova.

Telmo Pinto realçou as condições climatéricas de Quarteira nesta altura do ano. “É com certeza nesta altura que nós precisamos de animar a economia local, até pela dinâmica que queremos criar aqui na época baixa. Esta freguesia tem a acontecer também o Portugal Masters, em Golfe e o Triatlo é para nós também um objetivo para trazer pessoas para Quarteira e para o Algarve nesta parte mais baixa do turismo. O crescimento que esta prova tem tido a nível internacional, sendo já uma referência, é para nós motivador e queremos aumentar a oferta que o Triatlo pode trazer para esta freguesia”.

Carlos Carmo garantiu que a questão dos estágios é uma área em que a autarquia também quer trabalhar. “As conversas que temos tido ao longo das edições, e já são muitas, ambicionavam a necessidade de elevar este Triatlo a um patamar superior e a forma como nos foi proposto é a forma ideal: reconhecer o trabalho que é feito e perceber que as condições naturais são excelentes. Para o Município de Loulé, este é um dos eventos estratégicos para promover o nosso território como um território de referência para a prática desportiva e, neste caso, para a prática do Triatlo”.

Vasco Rodrigues começou por sublinhar que “Quarteira sempre nos recebeu bem, com este sol, com estas condições maravilhosas e tem sido um palco de referência do ponto de vista internacional”, considerando que, com a integração do Campeonato do Mundo de Juniores, este foi um salto “há muito esperado. É a primeira vez que Portugal vai receber um Campeonato do Mundo de Juniores de triatlo, o que fará com que tenhamos uma melhoria muito significativa, recebendo os melhores atletas de todos os continentes, pelo que teremos aqui um evento de luxo. Vamos dar um salto do ponto de vista da organização e isso é importante”, uma vez que “é sinal de que a ITU acredita na nossa organização. Quanto ao Campeonato do Mediterrâneo, foi a própria Federação do Mediterrâneo que nos pediu para o realizarmos aqui, acreditando nas excelentes condições de Quarteira, o que nos enche de orgulho”.

Recordamos que Quarteira apresenta as três vertentes do Triatlo, natação, ciclismo e corrida, disputadas no mesmo espaço físico, sem necessidade de deslocações de logística e permitindo ao público assistir às três vertentes sem sair do mesmo local, razão pela qual, aliada às condições climatéricas, é considerado por muitos o melhor triatlo do mundo.

O Dom José Beach Hotel aloja os atletas e, para João Soares, “esta é uma prova muito importante. Isto é aquilo que posiciona o Algarve na época baixa. Ao termos esta iniciativa, acabamos por gerar impacto na economia e também na imagem que fica das condições excelentes que temos mas há algo em que ainda podemos trabalhar. Temos o desafio da captação de estágios para levar isto ainda mais além”.

Os triatletas que irão disputar o Campeonato do Mundo passaram pelos critérios de classificação no Campeonato da Europa de Juniores em Kitzbühel, tendo as restantes vagas disponíveis sido apuradas diretamente numa prova de seleção realizada no Triatlo da Quinta do Lago no dia 5 de outubro.

Inês Rico, Luana Quaresma e Matilde Santos, Alexandre Montez, Gustavo do Canto, João Nuno Batista e Pedro Afonso Razões são os atletas nacionais que irão disputar o Campeonato do Mundo de Juniores 2021.

Alexandre Montez, bronze no Campeonato a Europa este ano e já com vários pódios internacionais, entre eles Vice-Campeão Olímpico da Juventude ou ouro nas estafetas dos Jogos Olímpicos da Juventude, tem nesta prova a última oportunidade de competir no mundial de juniores antes da passagem de escalão.

Depois da brilhante vitória em 2019 do triatleta nacional Ricardo Batista que lhe valeu o título de Campeão Mundial de Juniores, o seu irmão mais novo João Nuno Batista estará em prova para disputar o campeonato, assim como Gustavo do Canto e Pedro Afonso Razões, que serão os outros atletas nacionais em prova, próxima geração do Triatlo que o presidente da Federação de Triatlo de Portugal, Vasco Rodrigues, acredita que ainda terão muitos sucessos na modalidade. O objetivo para os/as atletas mais jovens é que ‘estes ganhem experiência competitiva, desfrutem do momento e tenham maior perceção do que é participar numa prova internacional deste nível’. «Os nossos triatletas juniores já alcançaram feitos impensáveis, ao ponto das principais nações quererem saber os novos participantes portugueses nas provas internacionais.»

A Taça da Europa de Quarteira e o Campeonato do Mediterrâneo incluem a participação dos triatletas portugueses Abel Afonso, Hugo Figueiredo, João Chagas, André Dias, Guilherme Pires, Gonçalo Oliveira, João Mansos, Tiago Fonseca, Miguel Tiago Silva e Alexandre Nobre, estes dois últimos atletas já qualificados diretamente pelo acesso a Taças do Mundo. Em femininos, teremos Maria Tomé, Joana Miranda, Inês Oliveira, Beatriz Pinto e Beatriz Santos. Acima de tudo, o mais importante é que haja um número significativo de atletas a ganhar experiência competitiva. «As Taças da Europa são para nós um pilar fundamental para o desenvolvimento da modalidade, porque os atletas precisam de competir internacionalmente – os mais novos, mas também aqueles um pouco mais velhos – mantendo-se motivados para a competição também a nível nacional, incentivando os mais jovens». O presidente da Federação de Triatlo refere ainda que «estas Taças da Europa são encaradas como a etapa seguinte  às provas nacionais, cujo objetivo principal não é conquistar medalhas, mas compreender de modo mais abrangente o trabalho realizado ‘fora de portas’ e assim melhor enquadrar o trabalho e esforço a realizar nacionalmente.»

Vasco Rodrigues conclui com um aspeto muito importante relacionado com a oportunidade de organizar um Campeonato Mundial, inédito até agora: «Foi a World Triahlon que veio ter connosco para organizarmos a prova, assim como a Federação do Mediterrâneo que escolheu Quarteira para realizar o seu campeonato», explica o presidente, salientando que ‘em ano de pandemia foi possível organizar quatro provas internacionais, um feito assinalável para os tempos que vivemos’. 

Horários das competições Triatlo Internacional de Quarteira

Sábado, 6 de novembro

13:00 – Partida masculina Campeonato do Mundo de Triatlo Júnior

15:00 – Partida masculina Taça da Europa de Quarteira (inclui Campeonato do Mediterrâneo)

Consulte a start list do Campeonato do Mundo de Juniores prova feminina aqui

Consulte a start list do Campeonato do Mundo de Juniores prova masculina aqui

Domingo, 7 de novembro

8:45 Partida feminina Campeonato do Mundo de Triatlo Júnior

11:00 Partida feminina Taça da Europa de Quarteira (inclui Campeonato do Mediterrâneo)

Consulte a start list feminina da Taça da Europa de Quarteira aqui

Consulte a start list masculina da Taça da Europa de Quarteira aqui

Categories: AGENDA, Desporto, Quarteira