Portimão

Portimão acolhe 37 cidadãos marroquinos resgatados no mar

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Portimão procedeu ontem, 11 de novembro, a uma mobilização expressiva de meios e recursos no sentido de operacionalizar uma zona de concentração e apoio destinada a receber os 37 cidadãos marroquinos resgatados pela Marinha Portuguesa e desembarcados ao final do dia no ponto de apoio naval de Portimão.

A ação, despoletada na sequência de um pedido do Comando Regional de Emergência e Proteção Civil do Algarve, incluiu a instalação de cinco tendas insufláveis climatizadas, para operacionalizar áreas de alojamento e refeições/lazer, complementadas por contentores balneários e casas de banho portáteis, além de geradores.

O objetivo foi garantir as condições necessárias para acolher os desembarcados em espaço seguro, numa operação que contou com o apoio dos Bombeiros de Portimão e da Força Especial de Proteção Civil, que se juntaram à equipa do Serviço Municipal de Proteção Civil e às divisões de ação social e de logística da Câmara Municipal de Portimão.

Em complemento, o Município de Portimão também está a assegurar o fornecimento de todas refeições durante o período de permanência do grupo de marroquinos nesta fase transitória, bem como a disponibilizar agasalhos e vestuário para fazer face às suas carências.

Por sua vez, a EMARP – Empresa Municipal de Águas e Resíduos de Portimão instalou uma capacidade de recolha excecional de resíduos, por forma a assegurar a higienização do espaço.

A presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes, acompanhou os trabalhos no terreno, tendo reunido com o diretor regional do SEF – Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Paulo Nicolau, o comandante operacional distrital da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, Richard Marques, e o capitão de Porto de Portimão, Gonzalez Paços.

Na ocasião, Isilda Gomes reiterou “toda a disponibilidade da autarquia para materializar o apoio necessário na assistência a estas pessoas”, ao mesmo tempo que agradeceu aos profissionais do Município e das entidades envolvidas (bombeiros, Administração Regional de Saúde do Algarve, Unidade de Saúde Pública, PSP, Polícia Marítima, SEF, Administração dos Portos de Sines e do Algarve e EMARP) “o trabalho extraordinário para, em poucas horas, colocarem de pé uma resposta exemplar”.

Categories: Portimão