Faro

FARO | O *SIGA* chegou no passado fim de semana e veio para ficar

Na sexta-feira, eram perto das 21h30 quando se escutavam os primeiros acordes da guitarra de Filho Da Mãe, num concerto que veio despertando o que há de íntimo em nós, e que teve lugar na Sala Morcego da Associação Recreativa e Cultural de Músicos (ARCM), em Faro. Logo depois, o palco foi cedido a Dela Marmy, projeto a solo da artista Joana Sequeira Duarte. Numa harmonia entre a serenidade da voz e o fulgor emanado dos sintetizadores, foi-nos apresentado “Captured Fantasy”, EP editado a 27 de março de 2020, composto por cinco temas que, um a um, nos trazem uma relação próxima com os cinco sentidos, e apresentados numa conciliação entre a música e a performance – uma combinação transdisciplinar cuja importância a artista já havia contado à Make It Happen, e que pode ser lida aqui.

À Meia-noite, foi na Sala *SIGA* e ao som do DJ Set de Madd Rod que se continuou a festa noite adentro.

Já no sábado, perto das 21h30, subiram ao palco Linda Martini. Depois de uma revisita por alguns temas clássicos, como ‘Boca de Sal’, o qual integra o álbum homónimo (2018), foi a vez de apresentar ‘Taxonomia’, ‘E Não Sobrou Ninguém’ e ‘Horário de Verão’ – três singles lançados este ano, e sobre os quais a vocalista e baixista Cláudia Guerreiro conversou connosco, numa entrevista a ler aqui. No entretanto, paralelamente ao concerto de Linda Martini, perto das 22h escutava-se, na Sala *SIGA*, Black Bambi – uma atuação que resultou da parceria com a Associação casaBranca. Às 23 horas, era a vez dos algarvios 2143, formados em 2019 e marcados pelas sonoridades de rock psicadélico. O fim da noite deu-se na Sala Morcego com o farense DJ Roddes, a consumar noite dentro uma apologia ao House e ao Techno.

A aliar as Artes, entre as 18 e as 24 horas de 19 e 20 de novembro teve lugar na Sala Multiusos a Exposição “Mar Motto”, de entrada livre e fruto de uma colaboração com a Associação SCIAENA. Fazendo jus ao que move a ação desta Associação, ‘Mar Motto’ visou despertar-nos para a conservação dos oceanos; para a urgência de preservar os ecossistemas marinhos e de apostar numa gestão sustentável dos recursos que os habitam.

No domingo, a noite jazzística no Pátio Jimi foi encetada pelo Quarteto Jazz da ARCM. Assim se deu fim a este primeiro fim de semana do Festival *SIGA*, que volta já na próxima sexta-feira, dia 26 de novembro, estendendo-se até domingo e contando com O Gajo, Frankie Chavez, Cabrita e Renato aka Renato (na sexta-feira); Sal, Cassete Pirata e DJ Duo 42 (no sábado); e Rui Filipe Freitas Trio, para o habitual domingo de Jazz.

Para um resumo mais alargado e pormenorizado destas três noites, pode ler a crónica multimédia aqui.

Categories: Faro