Algarve

Bloco defende requalificação urgente da EN125 entre Olhão e Vila Real de Santo António

O Bloco defendeu na tarde de ontem o resgate da concessão e a requalificação  urgente da EN125 entre Olhão e Vila Real de Santo António (igualmente  uma exigência da AMAL), incluindo uma circular externa à cidade de  Olhão e as variantes da Luz de Tavira e Odiáxere, tal como constava no contrato inicial. A falta de condições da EN125, considerada uma “rua  urbana”, é um enorme fator de risco numa estrada que é absolutamente essencial na mobilidade no Algarve e que não é alternativa á Via do Infante. PS e PSD são os verdadeiros responsáveis por toda esta triste e lamentável situação que se vive no Algarve.

João Vasconcelos, deputado e mandatário da candidatura do Bloco Algarve, afirmou que a situação da mobilidade na região é insustentável. Com uma linha ferroviária totalmente desadequada e também por requalificar, com a manutenção das portagens na Via do Infante e com a insuficiência ou inexistência de transportes coletivos urbanos, as pessoas são empurradas para a utilização da EN125, que não  tem condições para suportar todo este tráfego e que potencia os acidentes rodoviários. A requalificação da EN125 insere-se numa estratégia mais global para tornar a mobilidade mais acessível e mais segura na região.

Importa que o governo cumpra a Resolução da Assembleia da República, resultante da aprovação de um Projeto do Bloco de Esquerda, que defende o resgate da concessão e a requalificação dos troços entre Olhão e Vila Real de Santo António.

O Bloco de Esquerda Algarve

Categorias:Algarve