Desporto

VILAMOURA | Portugal Grand Prix reuniu centenas de velejadores olímpicos

O centro de estágios Vilamoura Sailing é cada vez mais procurado pelas principais equipas de vela de todo o Mundo.

O Portugal Grand Prix (Round 2), que se disputou entre os dias 20 e 23 de fevereiro, voltou a ter por cenário a Marina de Vilamoura.

O último dia de competição confirmou a dupla polaca Dominik Buksak e Szymon Wierzbicki como vencedora na classe 49er, seguida pelos italianos Uberto Crivelli Visconti e Giulio Calabrò.

Com vento a soprar do quadrante Este, entre os 7 e os 16 nós, foram-se confirmando os vencedores, nas últimas regatas do Portugal Grand Prix (Round 2).

Em Nacra 17, os franceses Tim Mourniac e Lou Berthomieu terminaram vitoriosos, cabendo o segundo lugar aos dinamarqueses Natacha Saouma-Pedersen e Mathias Borreskov.

Johanne Schmidt e Andrea Schimidt venceram o Portugal Grand Prix na classe 49er Fx, tendo conseguido a melhor prestação no conjunto dos 4 dias de competição.

Na classe 470 a vitória foi espanhola, ficando a dupla Jordi Xammar e Nora Brugman em primeiro lugar, seguidos pelos britânicos Martin Wrigley e Eilidh Mcintyre.

Com os campos de regata montados muito perto da costa, quem nos últimos dias disfrutou do sol algarvio, teve o privilégio de usufruir de um espetáculo único, com centenas de velas na água.

O Vilamoura Sailing aproveita a presença de centenas de velejadores de classes olímpicas, que escolhem Vilamoura para a sua preparação, para realizar a prova Portugal Grand Prix, competição pontuável para o Ranking Mundial das classes 49er, 49er Fx e Nacra 17.

Nas classes ILCA os vencedores foram: Duko Bos (Holanda) em ILCA 7, Marie Bolou (França) em ILCA 6 e Maarten Boot (Bélgica) em ILCA 4.

As condições ímpares existentes em Vilamoura, com uma oferta logística e condições de treino de excelência, atraem cada vez mais velejadores de topo.

“Esta é já a quarta edição do Portugal Grand Prix. Estamos no circuito internacional o que é uma enorme conquista em quatro anos. Um dos eventos com que nós competimos diretamente é o Troféu Princesa Sofia em Palma de Maiorca, que tem 48 anos de existência, e nós este ano, no Portugal Grand Prix, em termos de participantes, estivemos já a 80 por cento do que será espectável no Troféu Princesa Sofia que se realizará daqui a umas semanas”, explica Nuno Reis, responsável pelo Vilamoura Sailing.

O clima atrativo, com condições de mar e vento ótimas para a pratica da vela, fizeram com que perto de 70 países tivessem escolhido Vilamoura, para fazerem a sua preparação de inverno.

Com um número cada vez maior de atletas, o centro de estágios Vilamoura Sailing atingiu a sua capacidade máxima com a presença de cerca de 400 velejadores, das mais importantes equipas mundiais.

Para Isolete Correia, administradora da Vilamoura World, o projeto Vilamoura Sailing é “um motivo de orgulho para a Marina de Vilamoura. Nos últimos cinco anos trouxe a Vilamoura mais de 15 mil atletas de 83 países. Com a atividade a centrar-se ao longo do inverno, este projeto combate efetivamente a sazonalidade”.

O Portugal Grand Prix 2022 teve início no domingo, dia 20 de fevereiro, tendo sido disputado nas classes olímpicas Nacra 17, 49er, 49er FX, 470 e ILCA 4, 6 e 7.

Confira todas as classificações no site oficial do evento: https://vilamourasailing.sailti.com/en/default/races/race/text/4thPortugalGrandPrixRound2-en

Categorias:Desporto, Quarteira