S. Brás de Alportel

Município de São Brás de Alportel atribui apoios ao associativismo para 2022

O Município de São Brás de Alportel formalizou esta segunda-feira, 28 de fevereiro, os protocolos de apoio ao associativismo para este ano. Na sessão de assinatura destes acordos de colaboração, que decorreu no Cineteatro São Brás, foram assinados 21 protocolos que totalizam um investimento municipal no associativismo são-brasense de quase meio milhão de euros.

Apoios que são encarados pelo executivo municipal como um importante investimento nas dinâmicas cultural, desportiva e social do concelho, que envolve toda a comunidade são-brasense.

Dando continuidade ao Plano Municipal de Apoio ao Associativismo que de há muito é uma estratégia motor de desenvolvimento do concelho, por manter o entendimento da premência da cooperação e do reconhecimento do papel único das associações locais na realidade e desenvolvimento sociocultural do concelho e na dinâmica da comunidade, a Câmara Municipal de São Brás de Alportel reservou perto de meio milhão de euros do orçamento municipal de 2022 para o associativismo, 463.831,88 euros dos quais para estes acordos anuais, aos quais se juntam outros apoios de menor monta, para apoio a atividades realizadas pelo restante conjunto de coletividades que desenvolve atividades de carater não sistemático.

Uma verba reforçada em 6.007,74 euros de apoio adicional para a retoma no pós pandemia, totalizando 468.839,62 euros distribuídos por 21 Protocolos de Cooperação e Contratos Programa de Desenvolvimento Desportivo estabelecidos com associações locais.

Investir nas nossas associações é investir nas pessoas e na qualidade de vida do nosso concelho, sendo esta dinâmica associativa inclusivamente um dos factores de atratividade do nosso município“, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, Vitor Guerreiro, perante os dirigentes associativos cujo trabalho elogiou reconhecendo a sua persistência perante as dificuldades que a pandemia tem colocado à manutenção e realização das atividades.

O Plano Municipal de Apoio ao Associativismo de 2022 foi aprovado em reunião de câmara, a 15 de fevereiro, e teve em consideração o atual contexto pandémico, tendo por isso introduzido um conjunto de medidas excecionais que visam o equilíbrio financeiro e sustentabilidade das associações até à retoma da normalidade.

Os contratos programa de desenvolvimento desportivo foram formalizados esta segunda-feira, 28 de fevereiro, com as associações:

  • Associação de Dança, Cultura e Arte Urban Xpression;
  • Associação Defesa Pessoal Street Fight Defense;
  • Bike Clube São Brás;
  • BLASIUS – Associação para o Desenvolvimento dos Desportos de Duas Rodas em São Brás de Alportel;
  • Golias Table Tennis Clube;
  • Casa do Benfica de São Brás de Alportel;
  • Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores da Câmara Municipal e Junta de Freguesia de São Brás de Alportel;
  • Clube de Artes Marciais de São Brás de Alportel
  • Clube de Ténis e Padel de São Brás de Alportel;
  • Sociedade Recreativa 1º de Janeiro
  • União Desportiva e Recreativa Sambrasense.

Foram também firmados protocolos de cooperação com as seguintes associações culturais e recreativas:

  • Associação Cultural e Recreativa Escola de Música Sambrasense;
  • CARTES XXI – Conservatório d’Artes de São Brás de Alportel;
  • Rancho Típico Sambrasense.

O Município assinou ainda contratos programa de desenvolvimento desportivo e protocolo de cooperação com associações com ambas as atividades, nomeadamente: o Grupo Desportivo e Cultural de Machados e a Associação Cultural Sambrasense.

Importa ainda referir que o Plano Municipal de Apoio ao Associativismo abrange protocolos de cooperação com outras associações locais de outras áreas, mas de relevante interesse para o município, tais como: a Associação de Agricultores de São Brás de Alportel, a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel, a Coração100Dono -Associação de Defesa e Proteção dos Animais Abandonados e a Santa Casa da Misericórdia – Museu do Traje de São Brás de Alportel.