Consumidor

Emma regista recorde de vendas e acelera crescimento internacional

  • O volume de negócios anual aumentou 59% com uma receita de 645 milhões de euros (731 milhões de dólares)
  • Emma torna-se a marca líder mundial de sono D2C, superando a concorrência dos EUA
  • Planos de crescimento internacional serão intensificados através de inovações no mercado do sono e uma estratégia de expansão omnicanal
Dennis Schmoltzi e Manuel Muller, cofundadores e CEO da Emma – The Sleep Company

Frankfurt, 3 de março de 2022 – A Emma – The Sleep Company continua a crescer neste que já é o seu oitavo ano fiscal: com uma taxa de crescimento de 59%, a marca de sono faturou 645 milhões de euros (US$ 731 milhões) em 2021, em comparação com os 405 milhões de euros registados em 2020. Assim, a empresa supera pela primeira vez os seus concorrentes no mercado dos EUA. 2021 foi o quarto ano financeiro completo em que a Emma aumentou os seus lucros. A expansão dos negócios da empresa nos mercados em crescimento da Ásia e da América do Sul foram marcos importantes na jornada da Emma para se tornar a marca de sono líder mundial.

“Estamos orgulhosos de ter fechado mais um ano com um alto crescimento na casa dos dois dígitos, superando os nossos concorrentes internacionais. Tornar-se a marca de sono D2C líder mundial envolve mais do que apenas aumentar receitas: temos melhorado o sono e a vida das pessoas em todo o mundo e continuaremos a fazê-lo. O nosso objetivo é tornar um bom sono acessível a todos”, referiu Dennis Schmoltzi, cofundador e CEO da Emma – The Sleep Company.

Estratégia de expansão e abordagem omnicanal

Com mais de 30 mercados ativos, a Emma é a marca de sono D2C mais internacional. Tendo expandido para 18 países desde 2019, a Emma definiu como prioridade para 2021 o aumento de market share nos seus mercados ativos, resultando num maior reconhecimento da marca em diferentes países, atingindo em alguns casos até 62%. Em 2021, os produtos Emma continuaram a ser premiados por institutos de teste respeitáveis, como Stiftung Warentest (Alemanha), Which? (Reino Unido), Consumentenbond (Holanda) e DECO PROTESTE (Portugal), somando um total de mais de 75 prémios conquistados.

A estratégia omnicanal de Emma foi uma das principais alavancas de crescimento em 2021: a abordagem consistiu em disponibilizar produtos em diferentes canais para atender às necessidades do cliente tanto online como em lojas físicas. Em 2021, a Emma reforçou a sua equipa de mais de 850 “Emmies” com contratações-chave de gestão internacional na área de retalho. Além disso, lançou uma gama de produtos específicos para o retalho, “Emma Select”, e estabeleceu uma parceria pan-europeia com a gigante JYSK, o que significa que a Emma agora colabora com mais de 200 parceiros de retalho diferentes em todo o mundo e está presente em mais de 3.500 pontos de contato físicos.

Revolução do sono sustentável em 2022

O ano de 2022 começou com mais um marco na estratégia omnicanal da Emma, com a primeira loja flagship da marca no mundo a abrir portas em Xangai em janeiro. A presença omnicanal continuará a ser uma das principais prioridades em 2022 já que a empresa pretende fortalecer as equipas de retalho e marketplaces para uma abordagem omnicanal holística. O escritório recém-inaugurado na Cidade do México será a âncora da Emma para impulsionar a expansão na América Latina e nos EUA.

Outra meta para 2022 será fortalecer a equipa de produtos e trazer ao mercado inovações no que se refere ao sono. “Um bom sono é fundamental para a nossa saúde e acreditamos que a ciência e produtos inovadores para dormir podem contribuir muito mais para melhorar a qualidade do mesmo. A nossa ambição é despertar todo o potencial das pessoas e ajudá-las a tornarem-se a melhor versão de si mesmas. Seguindo a nossa abordagem de negócios centrada no cliente, continuaremos a promover as nossas competências em I&D internamente”, disse Manuel Mueller, cofundador e CEO da Emma – The Sleep Company. Além disso, a sustentabilidade da indústria do sono é algo que a Emma colocou na agenda para os próximos anos: “Investiremos numa estratégia de sustentabilidade – não apenas ao nível de produtos, mas como empresa. Como este continua a ser um dos principais desafios na nossa indústria, temos a ambição de ser precursores neste campo, bem como inaugurar a próxima revolução na indústria do sono”, acrescentou Mueller. Para impulsionar essa ambição, a empresa está atualmente a criar uma equipa de sustentabilidade dedicada a este tópico.

Categorias:Consumidor, Empresas