Desporto

Teresa Bonvalot vence em Israel e conquista título europeu de surf

Dia de sonho para o surf feminino nacional, este sábado, em Israel. Teresa Bonvalot conquistou de forma avassaladora o QS3000 de Netanya, juntando a isso a conquista do título europeu de surf e ainda uma vaga nas Challenger Series 2022.

Mas os sinais positivos para as cores portuguesas não se ficaram por aí, com a campeã nacional Kika Veselko a terminar no 3.º posto da prova israelita, o que a coloca na vice-liderança do ranking europeu, em igualdade com Mafalda Lopes e também com a basca Nadia Erostarbe. Algo que faz com que Portugal já tenha praticamente garantidas três das sete vagas femininas para o circuito Challenger Series 2022.

Com o dia final em Netanya a arrancar bem cedo, pelas 8 horas locais, ou seja, 6 horas em Portugal Continental, no primeiro heat do dia esteve em ação Kika Veselko, que foi superada por Nadia Erostarbe, com 9,73 pontos contra 7,26. Contudo, na bateria seguinte Teresa vingou a derrota da compatriota, deixando a britânica Ellie Turner em combinação. Em mais uma grande demonstração do excelente momento que atravessa, Teresa somou 15,50 pontos, com uma nota de 8,17 pontos pelo meio, deixando a adversária com somente 8,03 pontos.

Teresa Bonvalot chegou, assim, embalada à final, onde até foi Erostarbe a começar mais forte. Contudo, a resposta de Teresa não demorou. Já na segunda metade do heat a surfista de Cascais conseguiu uma onda de 9,63 pontos, a melhor de todo o evento, incluindo prova masculina, e operou a reviravolta. No final, a surfista portuguesa, de 22 anos, somou 15,40 pontos, contra 12,90 da basca.

Um triunfo que garantiu automaticamente o título europeu a Teresa Bonvalot, mesmo faltando ainda uma etapa para o final do circuito. Depois de já ter vencido o QS3000 dos Açores, em novembro passado, Teresa já superou a barreira dos 6000 pontos no ranking, enquanto as mais diretas adversárias (Kika Veselko, Mafalda Lopes e Nadia Erostarbe) somam 3600 pontos. Como na próxima etapa, na Caparica, apenas estão em disputa 1000 pontos para a vencedora, Teresa já garantiu matematicamente este título.

Esta foi a terceira vitória da carreira de Teresa Bonvalot no circuito WQS, depois de apenas se ter estreado a vencer no ano passado. É também o primeiro título europeu do escalão principal, depois de ter sido campeã europeia júnior por duas ocasiões consecutivas. Um momento que confirma Teresa como a surfista europeia do momento e uma grande candidata a atacar as vagas de qualificação para o circuito mundial de 2023. Algo que irá tentar no circuito Challenger Series 2022, que arranca em Maio.

Para este circuito Challenger Series 2022, Kika Veselko e Mafalda Lopes também já estão praticamente garantidas. Quem também ainda o pode conseguir é Yolanda Hopkins, que após a etapa israelita está no 8.º posto do ranking, a um lugar de entrar no cut de qualificação. A surfista algarvia vai necessitar de um resultado forte na Caparica para se juntar às compatriotas. Mais longe, no 16.º posto, está Carolina Mendes, já fora destas contas.

Já na prova masculina, o vencedor foi o marroquino Ramzi Boukhiam, que bateu o francês Gatien Delahaye na final. No ranking masculino o líder é o francês Maxime Huscenot, que tinha vencido a etapa dos Açores. O melhor português do ranking é Francisco Almeida, no 15.º posto, seguido de Pedro Henrique, no 16.º lugar, enquanto Guilherme Fonseca, que foi o melhor surfista luso em Israel, ao conseguir o 9.º posto, ocupa a 18.ª posição. Embora estejam todos longe do top 9, as duas etapas que ainda faltam disputar-se, na Caparica e Santa Cruz, ambas de estatuto QS3000, ainda dão margem de manobra para os surfistas portugueses tentarem a qualificação.

Diferente é a situação de Vasco Ribeiro, campeão nacional e europeu em título, que falhou a etapa israelita por lesão. Embora ainda tenha possibilidades matemáticas de inverter o atual 20.º posto do ranking nas duas etapas portuguesas, Vasco deverá estar seguro pelo wildcard que a WSL tem reservado para colocar um surfista no circuito Challenger Series 2022.

O Caparica Surf Fest acontece de 5 a 10 de Abril e promete ser uma prova decisiva para as contas, sendo que no circuito masculino a ação só termina uma semana depois em Santa Cruz.

Categorias:Desporto