Algarve

Três velejadores algarvios integram Equipa Olímpica e iniciam campanha rumo a Paris 2024

  • 51º Troféu Princesa Sofia de Classes Olímpicas
  • Equipa olímpica portuguesa de vela inicia campanha rumo a Paris 2024
  • Três velejadores algarvios integram Equipa olímpica portuguesa de vela

Realiza-se, em Palma de Maiorca, entre os dias 4 e 9 de Abril, o Troféu Princesa Sofia, disputado por classes olímpicas de vela.

Este campeonato marca o início das competições de vela tendo como objetivo o apuramento para os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

O evento conta com 800 tripulações inscritas, mais de 1000 velejadores, provenientes de 62 nacionalidades, distribuídas pelas 10 classes olímpicas em competição: as femininas ILCA6, 49FX, IQFoil Women e Fórmula Kite Women; as masculinas ILCA7, 49er, IQFoil Men e Fórmula Kite Men; e as mistas 470 e Nacra17.

Apesar de não ser ainda uma prova que garanta vagas nos Jogos Olímpicos, é a primeira prova pontuável para o circuito mundial organizado pela World Sailing (Federação Internacional de Vela), onde grande parte dos velejadores presentes vão ao longo dos próximos 3 anos competir pera se qualificarem para Paris2024.

Portugal vai marcar presença com 12 velejadores. Na Classe 470, com as equipas Diogo Costa/Carolina João e os algarvios Beatriz Gago/Rodolfo Pires; em ILCA7, com Eduardo Marques, Santiago Sampaio e Lourenço Mateus; nos 49er com Tomás Barreto/João Prieto; na Fórmula Kite Men com Pedro Marcos, Pedro Afonso e Tomás Pires de Lima.

Beatriz Gago e Rodolfo Pires

Para a dupla algarvia Beatriz Gago e Rodolfo Pires, “o Troféu Princesa Sofia é o primeiro grande campeonato de absolutos que vamos fazer enquanto equipa. Queremos pôr em prática o que temos vindo a trabalhar até aqui e, ganhar experiência para os
campeonatos que vamos ter ao longo da época”.

Para Pedro Marcos, atleta do Clube Internacional da Marina de Vilamoura (CIMAV) e atual campeão nacional de Fórmula Kite, “o nível da frota inscrita no Princesa Sofia é muitíssimo elevado, estarão presentes praticamente todos os melhores atletas do mundo da modalidade. Serão certamente regatas muito disputadas, esperemos que as condições de vento permitam realizar o número de regatas previstas, de forma a tirar o máximo partido da competição. Estou curioso também para ver o resultado dos treinos com os mais novos, que evoluíram bastante neste último ano, e certamente estarão competitivos”.

Categorias:Algarve, Desporto